Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Vasco Ribeiro 'agarrou' onda e promete dar o melhor nos quartos de final

  • 333

José Sena Goulão / EPA

O surfista português Vasco Ribeiro reconheceu esta sexta-feira a felicidade de ter conseguido a reviravolta na repescagem da etapa do circuito mundial, frente a Michel Bourez, da Polinésia Francesa, prometendo empenho nos quartos de final da competição, em Peniche

“As condições estão muito difíceis hoje, provavelmente das piores condições com que já surfei em Supertubos, mas faz parte e é igual para todos. Eu sabia que tinha de esperar por uma onda grande para virar a bateria, porque ele [Michel Bourez] tinha melhorado a pontuação e tentei ficar na corrente, que é onde entram as ondas maiores e às vezes abrem para tubos. Felizmente entrou aquela onda e eu agarrei a oportunidade”, afirmou o 'wild-card' luso, campeão do mundo de juniores.

Vasco Ribeiro assegurou o triunfo frente a Bourez, com um 'tubo' pontuado em 6,5 pontos, totalizando 10,43, impondo-se aos 9,77 obtidos pelo surfista da Polinésia Francesa.

“Garanti primeiro que tinha de sair [do tubo], podia ter atrasado um pouco mais, mas sabia que não precisava de arriscar cair, porque não precisava de uma nota assim tão alta. Preocupei-me em apanhar a onda e conseguir o suficiente para passar para a frente”, explicou o surfista cascalense.

Nos quartos de final, Vasco Ribeiro vai defrontar o francês Jeremy Flores, nono do mundo, no terceiro 'heat', depois de o também 'wild-card' Frederico Morais enfrentar o norte-americano Brett Simpson, 34.º do 'ranking' mundial.

“É incrível, nunca pensei chegar tão longe quando recebi o 'wild-card' mas, com estas condições e já nos quartos de final, tudo é possível. Vou dar o meu melhor, o Jeremy é um surfista incrível mas, nesta condições, vai ser mais feliz é quem estiver a sorte de estar nas ondas certas e não desperdiçar as oportunidades”, realçou Vasco Ribeiro.

As outras baterias vão opor o brasileiro Filipe Toledo ao australiano Joel Parkinson e os 'canarinhos' Italo Ferreira e Gabriel Medina, atual campeão do mundo.

O período de espera do Moche Rip Curl Pro Portugal decorre até sábado.