Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Moto 3. Miguel Oliveira penalizado

  • 333

Miguel Oliveira começou bem mas acabou mal

Mirco Lazzari gp

O piloto português, que chegou a ocupar o topo da tabela de tempo, foi penalizado em três lugares por “rodar muito devagar”

Apesar de ter conseguido o segundo tempo, atrás do italiano Romano Fenati (KTM), o português Miguel Oliveira (KTM) vai largar da quinta posição da grelha de partida. Foi penalizado em três lugares por “rodar muito devagar”.

Penalização idêntica à do português foi sofrida pelo espanhol Jorge Navarro (Honda), que de terceiro caiu para sexto. O inglês Danny Kent (Honda) acabou por sair beneficiado, tendo sido "promovido" da sexta para a quarta posição da grelha. O Grande Prémio do Japão está a decorrer no traçado de Motegi.

Miguel Oliveira chegou a ocupar o topo da tabela de tempos, mas foi superado por Romano Fenati e por Jorge Navarro. Na última volta, ao ver o italiano cair e suplantar o espanhol, conseguiu ocupar o lugar do meio da primeira linha da grelha, mas entendeu-se que ele e Jorge Navarro tinham rodado demasiado devagar na trajetória durante a terceira sessão de treinos, pelo que foram os dois penalizados.

Apesar disso, Miguel Oliveira está confiante e satisfeito. "Tenho mantido um bom ritmo, embora a qualificação tenha sido difícil por causa do vento. As previsões apontam para chuva e, se isso acontecer, tudo é possível", disse.

Na categoria rainha, MotoGP, o espanhol Jorge Lorenzo (Yamaha) bateu o italiano Valentino Rossi (Yamaha), por 0,081 s., com o espanhol Marc Marquez (Honda) a completar a primeira linha da grelha.

Valentino Rossi começou por ser o mais rápido, mas o seu compatriota Andrea Iannone (Ducati) tirou-lhe o lugar. Depois, foi a vez de Jorge Lorenzo (Yamaha) avançar, acabando por vencer a prova.

Embalado pelo facto de ter conquistado o título da categoria Moto2, antes mesmo do GP do Japão, o francês Johann Zarco (Kalex), beneficiando da ausência do espanhol Tito Rabat, assegurou a “pole position”, impondo-se ao suíço Thomas Luthi (Kalex) e ao alemão Jonas Folger (Kalex).

Grelhas de partida

Moto3

1ª linha – Romano Fenati (KTM), 1.56,484; Niccolo Antonelli (Honda), 1.56,887; Enea Bastianini (Honda), 1.56,927;

2ª linha – Danny Kent (Honda), 1.56,998; Miguel Oliveira (KTM), 1.56,657; Jorge Navarro (Honda), 1.56,720;

3ª linha – Isaac Viñales (KTM), 1.57,017; Jakub Kornfeil (KTM), 1.57,089; Livio Loi (Honda), 1.57,092. Alinham mais 27 pilotos.

MotoGP

1ª linha – Jorge Lorenzo (Yamaha), 1.43,790; Valentino Rossi (Yamaha), 1,.43,871; Marc Marquez (Honda), 1.44,216;

2ª linha – Andrea Dovizioso (Ducati), 1.44,322; Andrea Iannone (Ducati), 1.44,436; Dani Pedrosa (Honda), 1.44,582;

3ª linha – Aleix Espargaro (Suzuki), 1.44,809; Cal Crutchlow (Honda), 1.44,932; Bradley Smith (Yamaha), 1.45,067.

Alinham mais três pilotos

Moto2

1ª linha – Johann Zarco (Kalex), 1.50,339; Thomas Luthi (Kalex), 1.50,510; Jonas Folger (Kalex), 1.50,916;

2ª linha – Sam Lowes (Speed Up), 1.50,953; Alex Rins (Kalex), 1.50,953; Hafizh Syahrin (Kalex), 1.51,286;

3ª linha – Takaaki Nakagami (Kalex), 1.51,381; Axel Pons (Kalex), 1.51,384; Sandro Cortese (Kalex), 1.51,386.

Alinham mais 21 pilotos.