Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Vitória de Miguel Oliveira no Moto3 de Aragão

  • 333

JAIME REINA/AFP/Getty Images)

Miguel Oliveira (KTM) venceu a corrida de Moto3 no traçado espanhol de Aragon, naquela que é a sua terceira vitória da temporada. Com este resultado ascendeu ao terceiro lugar do campeonato

Miguel Oliveira (KTM) venceu este domingo a corrida de Moto3 no traçado espanhol de Aragon, naquela que é a sua terceira vitória da temporada e com esta resultado ascendeu ao terceiro lugar do campeonato.

Mais rápido no arranque, o piloto português esteve sempre no lote dos mais rápidos e na derradeira volta beneficiaoudas lutas travadas atrás de si, terminando com escassos 0,190 segundos de avanço sobre o espanhol Jorge Navarro (Honda), que foi pela primeira vez ao pódio, depois de uma queda aparatosa no “warm up”, com o italiano Romano Fenati (KTM) a completar o pódio.

No final da corrida, Miguel Oliveira não escondia a satisfação e confessava: "Queria perder a primeira posição na última volta, para aproveitar o cone de ar e pensei nisso até à última chicane. Isto porque sabia que a moto estava rápida, o que me permitia ultrapassar quem estivesse à minha frente. Mas como isso não aconteceu, optei por manter a minha linha e deixar o lado de fora para quem quisesse ultrapassar e ganhei"

Na corrida de MotoGP, o espanhol Jorge Lorenzo (Yamaha) garantiu a vitória, depois de beneficiar da queda do seu compatriota Marc Marquez (Honra), logo na segunda volta, quando discutiam a primeira posição, o que deixou o piloto da Yamaha na frente para não mais ser incomodado.

Como consequência da sua vitória, Jorge Lorenzo reduziu para 14 pontos, o atraso em relação do italiano Valentino Rossi (Yamaha), que completou o pódio, atrás do espanhol Dani Pedrosa (Honda), que resistiu a todas as investidas de “Il Doctore”.

A corrida de Moto2 ficou marcada por uma interrupção logo na segunda volta, em consequência das quedas do espanhol Xavier Simeon e do suíço Dominique Aegerter, que teve de ser conduzido ao hospital do circuito como medida de precaução.

Quando a corrida recomeçou, o campeão em título, o espanhol Tito Rabat (Kalex), e o seu compatriota, Alex Rins (Kalex), entregaram-se a uma luta intensa, que terminou com os pilotos separados por 0,096 segundos, o que diz bem da intensidade do despique travado.

O inglês Sam Lowes (Speed Up) completou o pódio, enquanto o francês Johann Zarco (Kalex), que podia ter saído de Aragon com o ceptro no bolso, não foi além do 6.ºlugar, o que faz adiar a decisão do título para Motegi.