Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Clubes forçam jogos no dia das eleições

  • 333

RAFAEL MARCHANTE / Reuters

Os três jogos dos três grandes disputam-se no dia 4 de outuro, dia de eleições legislativas, o que é inédito. Porquê? Por causa do calendário das competições europeias

No dia 4 de outubro, há União da Madeira-Benfica (16h), FC Porto-Belenenses (18h15) e Sporting-Vitória de Guimarães (20h30). E há eleições. Legislativas.

Ora isto é inédito em Portugal mas acontece porque os clubes assim o quiseram. Em reunião da sede da Liga, sabe o Expresso, os emblemas não conseguiram encontrar outra data para a realização da sétima jornada, por causa do calendário europeu e da seleção nacional.

É que no dia 30 há o Atlético de Madrid-Benfica (Liga dos Campeões, 19h45) e no dia 1 há Belenenses-Fiorentina (18h), Besiktas-Sporting (18h) e Braga-Groningen (20h05). E Portugal joga no dia 8 com a Dinamara, a contar para o apuramento para o Euro 2016. Face a isto, as 72 horas de descanso regulamentares entre encontros não seriam respeitados caso a jornada fosse marcada para sábado. "Não houve outra hipótese e tentou falar-se com os órgãos governamentais para resolver o caso", dizem ao Expresso.

Os direitos cívicos dos jogadores do Benfica que quiserem votar (porque irão disputar uma partida na Madeira) serão acautelados.

Nota ainda para o facto de o FC Porto-Benfica ter sido marcado para as 19h15 de 20 de setembro, dia de eleições na Grécia.