Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Ouro e prata já foram. Mas Telma Monteiro ainda luta pelo bronze

  • 333

Telma Monteiro ainda pode ganhar uma medalha de bronze nos Mundiais do Cazaquistão

JACK GUEZ / AFP / Getty Images

Apesar de derrotada, a judoca portuguesa, atual campeã europeia e vice-campeã do Mundo cessante, foi repescada e ainda pode chegar às medalhas

Telma Monteiro falhou esta manhã a presença nas meias-finais dos Mundiais de judo, a decorrerem em Astana, capital do Cazaquistão, ao perder com a francesa Automne Pavia (8ª do mundo), por ‘yuko’, na categoria -57 kg.

A judoca portuguesa foi surpreendida com apenas 40 segundos de combate, num ataque em desequilíbrio que permitiu a Pavia contra-atacar e ter uma vantagem que soube gerir até ao final dos quatro minutos da disputa.

Telma Monteiro, atual campeã europeia e vice-campeã do Mundo cessante, tentou assumir a luta até final do combate, mas o poderio físico de Pavia - a manter a distância e evitar as pegas - foi sempre um obstáculo às intenções da judoca portuguesa, embora a gaulesa ainda recebesse dois castigos.

Foi o sexto combate entre as judocas e a quarta vitória de Automne Pavia, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de de Londres, em 2012, precisamente frente a Telma, que recentemente tinha derrotado Pavia nas meias-finais dos I Jogos Europeus, em Baku.

A derrota da judoca do Benfica, atual 2ª classificada no ranking mundial, coloca-a na zona da repescagem. Telma terá agora pela frente a mongol Sumiya Dorjsuren, 3ª do mundo, num quadro em que tentará chegar à discussão por uma medalha de bronze.

Em masculinos, na categoria de -73 kg, André Alves e Jorge Fernandes foram eliminados ao segundo combate. Na estreia, Jorge Fernandes venceu o peruano Alonso Wong, por castigo, mas perdeu depois com o japonês Shohei One, por ‘ippon’, enquanto André Alves venceu o costa-marfinense Rudolphe Affro, por ‘yuko’, e perdeu com o húngaro Miklos Ungvari, pela mesma margem.