Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Ogier vence na Alemanha mas ainda não é campeão

  • 333

Ogier está muito perto do título

Massimo Bettiol/Getty

Sebastien Ogier venceu o Rali da Alemanha, mas viu a revalidação do título adiada para Austrália, como consequência do 2º lugar alcançado pelo colega Jari-Matti Latvala

Para Sebastien Ogier (VW Polo R WRC) é a 30.ª vitória mundial, o que o coloca em igualdade, em número de triunfos, com o finlandês Marcus Gronholm, e o deixa a 48 vitórias do seu compatriota Sebastien Loeb, o mais vitorioso piloto da história do Mundial de Ralis.

Foi a primeira vitória da VW na Alemanha, com a marca alemã a monopolizar o pódio (Jari-Matti Latvala foi 2º) e a passar a registar triunfos em todas as provas do calendário.

O derradeiro dia do Rali não teve grande história, com os pilotos da VW, apesar de terem autorização para atacar, a controlarem os seus ímpetos. Isto permitiu ao inglês Elfyn Evans (Ford Fiesta RS WRC) entrar na lista de vencedores de especiais, juntando-se a Sebastien Ogier (14 vezes o mais rápido) e a Jari-Matti Latvala (6), que fez o melhor tempo na “power stage”, com o inglês Kris Meeke (Citroen DS3 WRC) e o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20 WRC) a ficarem com os restantes pontos suplementares, situação que não tem sido habitual.

Como consequência do segundo lugar e dos três pontos suplementares da “power stage”, Jari Matti-Latvala viu a diferença pontual para Ogier subir para 93 pontos, quando há um máximo de 112 em jogo.

O melhor dos outros

Dani Sordo, em quarto, acabou por ser o “melhor dos outros”, à frente do seu companheiro de equipa, o belga Thierry Neuville, o que permitiu à marca sul-coreana ascender ao segundo lugar entre os construtores, com 15 pontos de avanço sobre a Citroen.

Destaque para o 10º lugar do francês Stephane Lefebvre (Citroen DS3 WRC), na estreia ao volante de um WRC, resultado que pode levar o piloto a integrar a equipa oficial, onde o futuro do norueguês Mads Ostberg e do inglês Kris Meeke está longe de estar assegurado.

O checo Jan Kopecky (Skoda Fabia R5) dominou à vontade entre os WRC2, com o qatari Nasser Al-Attiyah (Skoda Fabia R5) a conseguir assegurar o quinto lugar, depois de ter saído da estrada na primeira especial. O finlandês Esapekka Lappi (Skoda Fabia R5), que regressou à prova depois de ter abandonado, em consequência de uma saída de estrada na primeira etapa, ficou fora dos lugares pontuáveis, o que faz com que os dois candidatos ao título rumem à Austrália em igualdade pontual.

Classificação final
1.º, Sebastien Ogier/Julien Ingrassia (VW Polo R WRC), 3.35.49,5
2.º, Jari-Matti Latvala/Mika Antilla (VW Polo R WRC), a 23,0 s.
3.º, Andreas Mikkelsen/Ola Floene (VW Polo R WRC), a 1.56,6
4.º, Dani Sordo/Marc Marti (Hyundai i20 WRC), a 2.09,3
5.º, Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 WRC), a 2.33,8
6.º, Elfyn Evans/Daniel Barrit (Ford Fiesta RS WRC), a 2.52,1
7.º, Mads Ostberg/Jonas Andersson (Citroen DS3 WRC), a 3.12,5
8.º, Ott Tanak/Raigo Molder (Ford Fiesta RS WRC), a 4.26,6
9.º, Hayden Paddon/John Kennard (Hyundai i20 WRC), a 4.46,8
10.º, Stephane Lefebvre/Stephane Prevot (Citroen DS3 WRC), a 4.54,5

Classificação do Mundial
1.º, Sébastien Ogier, 207 pontos
2.º, Jari-Matti Latvala, 114
3.º, Andreas Mikkelsen, 98
4.º, Mads Ostberg, 90
5.º, Thierry Neuville, 80
6.º, Elfyn Evans, 61
7.º, Kris Meeke, 55
8.º, Ott Tanak, 53
9.º, Dani Sordo, 52
10.º, Hayden Paddon, 46

Próxima prova – Rali da Austrália, de 10 a 13 de Setembro

  • Ninguém pára os “VW boys”

    A dupla passagem pelos 45,61 km da especial de Panzerplatte, com os seus 103 cruzamentos, onde um engano é sempre possível, não alterou as primeiras posições do Rali da Alemanha: Sebastien Ogier e Jari-Matti Latvala na frente

  • “VW boys” são os mais rápidos

    Sem surpresa a VW dominou a primeira etapa do Rali da Alemanha, nona prova do Campeonato do Mundo, com os seus três pilotos a serem os mais rápidos em sete das oito especiais que integravam o percurso da etapa inaugural