Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Fórmula 1 na Bélgica. Os suspeitos do costume

  • 333

Em Spa-Francorchampso favoritismo vai para os Mercedes “boys” Lewis Hamilton (na foto) e Nico Rosberg

YVES HERMAN / Reuters

Férias cumpridas, a Fórmula 1 está de volta. Traçado de Spa-Francorchamps é o palco da “rentrée”, este fim de semana

Num traçado longo (mais de sete quilómetros de perímetro), desenhado na floresta das Ardenas, a instabilidade das condições atmosféricas acaba por assumir papel principal quando há corridas em Spa-Francorchamps, com o piloto que melhor se adaptar às circunstâncias a poder levar vantagem.

É que é raro o Grande Prémio da Bélgica onde a chuva não faz a sua aparição, com a agravante de uma parte do traçado poder estar molhada e a outra seca, com o consequente aumento das dores de cabeça no que à escolha de pneus diz respeito.

Mas à partida o favoritismo vai para os Mercedes “boys”, que só foram derrotados por duas vezes em 10 corridas, cabendo ao alemão Sebastian Vettel (Ferrari) essas duas vitórias. A equipa italiana chega ao traçado belga convicta de que o trabalho feito nas férias foi proveitoso e que pode voltar a colocar em causa a superioridade da Mercedes, o mesmo sucedendo com a McLaren/Honda, que tem passado ao lado da competição mas surge em Spa com a moral reforçada, em consequência da evolução dos motores anunciadas pelo construtor japonês.

Para a equipa anglo-nipónica, o apuramento dos seus pilotos para a terceira qualificação e a conclusão da corrida nos lugares pontuáveis será sem dúvida um importante passo em frente, face às dificuldades que o espanhol Fernando Alonso e o inglês Jenson Button, dois ex-campeões do mundo, têm sentido na época que marca o regresso da Honda às pistas.

Williams/Mercedes e Red Bull/Renault surgem também com novidades, pelo que a corrida belga é aguardada com grande expectativa, uma vez que pode marcar uma viragem no campeonato. Embora o mais certo seja assistir-se de novo ao duelo entre o inglês Lewis Hamilton e o alemão Nico Rosberg pela vitória.

Classificações dos Mundiais antes da prova belga:

Pilotos
1.º, Lewis Hamilton, 202 pontos
2.º, Nico Rosberg, 181
3.º, Sebastian Vettel, 160
4.º, Valtteri Bottas, 77
5.º, Kimi Raikkonen, 76
6.º, Felipe Massa, 74
7.º, Daniel Ricciardo, 52
8.º, Daniil Kvyat, 45
9.º, Nico Hulkenberg, 24
10.º, Romain Grosjean, 23
11.º, Max Verstappen, 22
12.º. Felipe Nasr, 16
13.º, Sérgio Perez, 15
14.º, Pastor Maldonado, 12
15.º, Fernando Alonso, 11
16.º, Carlos Sainz, 9
17.º, Jenson Button, 6
17.º, Marcus Ericsson, 6.

Construtores
1.º, Mercedes AMG Petronas F1 Team, 383 pontos
2.º, Scuderia Ferrari, 236
3.º, Williams Martini Racing, 151
4.º, Infiniti Red Bull Racing, 96
5.º, Sahara Force Índia F1 Team, 39
6.º, Lotus F1 Team, 35
7.º, Team Sauber F1,
8.º, Scuderia Toro Rosso, 31
9.º, McLaren/Honda, 17