Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Como é que se samba numa canoa? Fernando Pimenta explica

  • 333

Força nas canetas? Não, nas canoas. Sai mais uma medalha para Fernando Pimenta

AFP

Fernando Pimenta conquistou a medalha de bronze no Mundial de canoagem, em Milão, e garantiu a qualificação para os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

Para a maioria dos portugueses, “sambar” significa dançar. Mas, no Brasil, sambar não é só mexer as ancas e os pés. Quando os brasileiros falam em “sambar na cara”, não falam de danças: querem dizer que alguém foi tão superior a outro que quase o humilhou.

Ora Fernando Pimenta tem de aprender esta expressão brasileira, não só porque hoje garantiu a qualificação para os Jogos Olímpicos 2016, que serão disputados precisamente na terra do samba, o Rio de Janeiro, mas porque este ano tem sido de conquistas sucessivas para o canoísta: ouro na Taça do Mundo de Montemor-o-Velho, prata nos Jogos Europeus de Baku, bronze no Europeu e, hoje, bronze em K1 1000 metros, no Mundial de canoagem, em Milão (e pelo meio ainda foi condecorado pelo Presidente da República: Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique).

“Este é o melhor resultado da minha carreira e acho que um dos melhores da história da canoagem portuguesa. A primeira medalha de um K1 em distância olímpica, muito perto do ouro novamente. Estou a ficar já muitas vezes perto”, disse o canoísta do Clube Náutico de Ponte de Lima após a prova, citado pela Lusa.

Fernando Pimenta só foi ultrapassado, já perto do final, pelo dinamarquês Rene Holten Poulsen, que conquistou o ouro, e pelo checo Josef Dostal, que ficou com a prata.

Depois da prova de K1 1000 metros, Pimenta ainda voltou à água para disputar a meia final de K4 1000 metros, juntamente com os colegas Emanuel Silva, João Ribeiro e David Fernandes, e voltou a festejar: os portugueses conseguiram o terceiro posto e vão estar na final da prova. Por isso, amanhã, basta garantirem, no mínimo, o sétimo lugar para se qualificarem para o Rio 2016. Remando e sambando.