Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Miguel Oliveira (KTM) lutou pela vitória

  • 333

Na foto, Nicolas Antonell (Honda) e Miguel Oliveira, piloto português

DAVID W CERNY

O italiano Nicolas Antonelli, piloto da Honda, foi primeiro na corrida de Moto3 que decorreu este domingo no traçado checo de Brno

O português Miguel Oliveira (KTM) esteve na luta pela vitória até aos últimos metros, mas acabaria em oitavo lugar, atrás do comandante do campeonato, o inglês Danny Kent (Honda), na corrida de Moto3 realizada este domingo no traçado checo de Brno.

Apesar de largar da 12ª posição da grelha de partida, Miguel Oliveira conseguiu escapar às duas quedas coletivas que aconteceram nos primeiros metros e que levaram à interrupção da corrida, recomeçada 30 minutos depois. O argentino Gabriel Rodrigo, o mais afetado dos oito pilotos que caíram, teve de receber assistência.

Como de costume, a corrida de Moto3 foi muito emotiva, com um grupo de dez pilotos, incluindo o português (que chegou a passar pelo comando), a discutir as primeiras posições. Mas tudo se decidiu nas últimas curvas e aí Miguel Oliveira não fez as melhores opções e acabou por terminar em oitavo. Nicolas Antonelli (Honda), que largou da “pole”, alcançou a primeira vitória da sua carreira.

O piloto português, no entanto, acabou por registar a volta mais rápida logo na terceira passagem pela meta, altura em que, dando expressão à recuperação que estava a fazer, passou pelo comando pela primeira vez, mas acabaria por reconhecer que "houve momentos bons e momentos maus".

"Na primeira partida arranquei bem, e já era quarto quando a corrida foi interrompida. Na segunda partida, a situação repetiu-se e a partir daí foi uma luta constante até à última 'chicane', onde não me consegui defender como queria e perdi algumas posições. Agora, vamos para Silverstone, que é um traçado de que gosto e onde espero alcançar um bom resultado", referiu Miguel Oliveira

Moto2 – Quarta vitória de Johann Zarco (Kalex)

Ao vencer pela quarta vez esta temporada, depois de ter conseguido dominar a corrida de fio a pavio, o francês Johann Zarco (Kalex) subiu ao pódio por dez vezes em 11 possíveis. Cimentou a posição de comandante do “Mundial” de Moto2, tendo agora 79 pontos de vantagem sobre o espanhol Tito Rabat (Kalex), que foi segundo. O seu compatriota Alex Rins (Kalex) completou o pódio.

Moto GP – Jorge Lorenzo (Yamaha) ganha e é novo comandante

Ao vencer no traçado checo de Brno, o espanhol Jorge Lorenzo (Yamaha) alcançou a quinta vitória do ano e igualou o italiano Valentino Rossi (Yamaha) na pontuação do campeonato, mas assumiu o comando por contabilizar mais vitórias (cinco contra três) do que o seu colega de equipa.

Apesar de ter optado por pneus médios, ao contrário de Marc Marquez (médio à frente e duro atrás) e de Valentino Rossi (duros), Jorge Lorenzo arrancou na frente e comandou a corrida de fio a pavio, ganhando progressiva vantagem sobre o seu compatriota, enquanto o italiano, em consequência da má escolha de pneus, viu os seus adversários “fugirem” e teve de contentar-se com o derradeiro lugar do pódio.

Por fim, referência ao facto de a prova checa ter assegurado a presença no calendário do “Mundial” por mais cinco anos, ou seja, até 2020.

Classificações

Corridas

Moto3

1º Nicolas Antonelli (Honda), 12 voltas (64,836 km), em 25.56,866 (149,9 km/h)

2º Enea Bastianini (Honda), a 0,152 s.

3º Brad Binder (KTM), a 0,376 s.

4º Efren Vazquez (Honda), a 0, 550 s.

5º Jorge Navarro (Honda), a 0,560 s.

……………………………………………….

8º Miguel Oliveira (KTM), a 1,188 s.

Moto2

1º Johann Zarco (Kalex), 20 voltas (108,060 km), em 41.02,500 (157,9 km/h)

2º Tito Rabat (Kalex), a 1,421 s.

3º Alex Rins (Kalex), a 1.785 s.

4º Alex Marquez (Kalex), a 4,393 s.

5º Sam Lowes (Speed Up), a 7,844 s.

MotoGP

1º Jorge Lorenzo (Yamaha), 22 voltas (118,866 km), em 42.53,042 (166,3 km/h)

2º Marc Marquez (Honda), a 4,462 s.

3º Valentino Rossi (Yamaha), a 10,397 s.

4º Andrea Ianonne (Ducati), a 13,071 s.

5º Dani Pedrosa (Honda), a 15,650 s.

Campeonatos

Moto3

1º Danny Kent, 199 pontos

2º Enea Bastianini, 154

3º Romano Fenati, 122

4º Miguel Oliveira, 111

5º Efren Vazquez, 109

Moto2

1º Johann Zarco, 224 pontos

2º Tito Rabat, 145

3º Alex Rins, 144

4º Sam Lowes, 118

5º Thomas Luthi, 118

MotoGP

1º Jorge Lorenzo, 221 pontos

2º Valentino Rossi, 221

3º Marc Marquez, 159

4º Andrea Ianonne, 142

5º Bradley Smith, 106

Nota final: A próxima prova – GP de Inglaterra – acontece dia 30 de agosto no circuito de Silverstone.