Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Jogos Olímpicos de inverno numa cidade onde não abunda a neve? Pequim vai mostrar como (mas a polémica está aí)

  • 333

Comité Olímpico

Capital chinesa foi escolhida para acolher as olimpíadas de inverno de 2022. A neve - ou a falta dela - está a gerar controvérsia

Pequim será a primeira cidade a acolher tanto os Jogos Olímpicos de verão como os de inverno. A capital chinesa superou o Cazaquistão por quatro votos (44 contra 40) numa votação renhida, esta sexta-feira, em Kuala Lumpur, na Malásia. Há a registar 85 abstenções.

O resultado está a causar controvérsia por um motivo simples: a neve natural não abunda em Pequim - e Jogos de inverno precisam de neve à altura. O Cazaquistão usou precisamente esse argumento, mas sem sucesso - as montanhas nevosas dos cazaques não chegaram para agarrar a vitória.

“Os atletas não devem esperar branco em Pequim, as montanhas estarão cobertas de castanho”, ironizou um membro do Comité Olímpico, citado pela Reuters.

Mas há quem felicite a escolha e explique porquê. John Coats, membro do Comité que votou, explica que “a sensação de segurança foi uma das razões pela qual escolhemos a China”. “Temos o beneficio de os conhecer e podemos ir lá com confiança”, referiu à Reuters.