Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Liga de Futebol tem novo líder: Pedro Proença, o homem apoiado por FCP, Sporting e Joaquim Oliveira

  • 333

Sérgio Azenha / Lusa

Ex-árbitro levou a melhor sobre Luís Duque, que era apoiado por Benfica e Braga. Proença venceu com nove votos de diferença

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

Meticuloso e organizado, como se define a si próprio, Pedro Proença, de 44 anos, é o novo presidente da Liga de Clubes. O homem apoiado pelo empresário Joaquim Oliveira, que não é um clube mas que vale por muitos, tal a influência que tem sobre muitos deles, toma posse esta quinta-feira.

Dos 55 boletins entrados na urna (votaram 37 clubes, mas alguns têm direito a dois votos), o ex-árbitro foi o escolhido em 32 (58,2%). O seu adversário, Luís Duque, teve 23 votos (41,8%). Proença assume a função com os objetivos de aumentar as receitas e credibilizar o organismo junto do mercado internacional.

Antes da eleição desta terça-feira, na qual era apoiado por FC Porto e Sporting, apresentou-se como proprietário e gestor de duas empresas com mais de 100 funcionários: a Fanamol (fabrico e comercialização de molas) e a Natura Verde (gestão de de Resíduos Lda, com sede em Leiria). Está ainda inscrito, desde 2003, na lista oficial dos administradores de insolvências, colaborando na resolução de processos de insolvência, dando apoio técnico a magistrados em comarcas de todo o país.

Na Liga, propõe garantir a sua sustentabilidade e a dos clubes, adotando práticas de sucesso das principais ligas europeias. Como defendia o seu adversário, Luís Duque, deseja também a centralização dos direitos televisivos.

De acordo com o seu “ programa” de ação, Proença quer implementar um rendimento mínimo garantido de 500 mil euros para a II Liga, a quem quer assegurar um “naming”, à semelhança da I Liga. Regulamentar as apostas online, criar uma Liga Ibérica e introduzir a avaliação por vídeo, através da "Goal Line Technology", são outras das propostas.

Nota para o facto de Proença ser contra o sorteio dos árbitros - que foi aprovado recentemente pela Liga dos Clubes, mas depois chumbado na Federação.