Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

A prosa de Quaresma no adeus ao FCP: “Onde quer que esteja, nunca me vou esquecer do meu norte”

  • 333

MIGUEL VIDAL/REUTERS

Ex-portista já viajou para a Turquia e o regresso ao Besiktas está consumado. No texto de despedida, há referências a Pinto da Costa e nenhuma a Lopetegui

Quaresma deixou esta terça-feira uma mensagem nas redes sociais, despedindo-se de todos - “presidente, claques, sócios, apoiantes e simpatizantes”. Melhor, de quase todos, porque não há referência ao técnico - a relação com Julen Lopetegui também não foi a melhor. E o futuro passa pelos relvados do Olímpico Ataturk (estádio do Besiktas), palco onde Quaresma também já foi feliz.

A transferência não é uma surpresa. Na verdade, recentemente, numa entrevista exclusiva ao Expresso, Quaresma revelou que depois do FC Porto, o Besiktas foi o clube onde mais gostou de jogar. “Amei jogar ali. A seguir ao FC Porto vem o Besiktas, sem dúvida. Por causa dos adeptos, por causa da euforia que eles têm pelo futebol. A maneira que eles olham para mim, ainda hoje sinto que sou muito amado por aquelas pessoas.”

Acresce que o extremo não se ficou por aqui e na mesma entrevista aproveitou para marcar terreno: “Sou dos poucos que pode transmitir [a mística no balneário], porque olhas para o plantel e não tens ninguém que saiba o que é o Porto. Tens-me a mim, tens o Helton e pouco mais. Tinhas o Jackson, tinhas o Danilo... O resto é tudo jogadores que vieram agora e não têm a noção.”

Os efeitos sao o que se sabe. Três semanas volvidas sobre estas declarações, Quaresma voilta a emigrar.

Recorde-se que ainda esta segunda-feira Quaresma deu a entender que a saída dos portistas era certa. Questionado sobre uma eventual saída para a Turquia, respondeu: “Vou pagar a minha dívida com o Besiktas”.

  • Da rebeldia do Casal Ventoso ao amor ao Porto. A entrevista de Quaresma ao Expresso

    Do puto do Casal Ventoso que “tinha a mania de pegar a bola e fintar toda a gente” ao veterano de 31 anos que hoje é símbolo de um clube que “ama”: Ricardo Quaresma em entrevista ao Expresso, onde diz que Jesus é melhor que Mourinho (“podem dizer que sou louco, mas é a minha opinião”) e fala sobre a relação com Lopetegui. Mas há muito mais - a não perder