Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

O garganta funda da FIFA foi banido do futebol

  • 333

O ex-dirigente da FIFA foi fonte de informação nas investigações das autoridades norte-americanas à FIFA e CONCACAF

ALEX GRIMM/REUTERS

Chuck Blazer foi uma fonte de informação nas investigações que levaram à detenção de diversos membros da FIFA

A FIFA anunciou esta quinta-feira ter banido do futebol o americano Chuck Blazer, ex-dirigente da organização e figura chave nas investigações que levaram à detenção de diversos destacados membros da FIFA em maio.

A sanção aplicada pela organização exige que Blazer não volte a ter nenhuma atividade relacionada com o futebol para o resto da vida.

Chuck Blazer, 70 anos, foi uma das principais fontes da investigação das autoridades norte-americanas à FIFA e à CONCACAF (Confederação da América do Norte, Central e Caraíbas), que levou à prisão de antigos e atuais dirigentes do organismo, assim como de parceiros, em maio.

"Blazer cometeu muitos e variados atos de comportamento impróprio, continuadamente e repetidamente, durante o seu mandato como dirigente em vários altos cargos e posições de influência na FIFA e na CONCACAF [Confederação da América do Norte, Central e Caraíbas]", lê-se no comunicado, citado pela Lusa.

Em 2013, Chuck Blazer declarou-se culpado de dez crimes, entre os quais os de associação criminosa, participação em rede fraudulenta, lavagem de dinheiro e evasão fiscal no âmbito da investigação relativa aos negócios do futebol.

Entre 1990 e 2011 Blazer foi secretário-geral da CONCACAF e foi membro do comité executivo da FIFA entre 1997 e 2013.

Em maio, 14 pessoas ligadas à FIFA foram acusadas de crimes praticados ao longo dos últimos 25 anos.