Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Como Bruno de Carvalho quer liquidar o Porto e o Benfica

  • 333

MIGUEL A. LOPES

Presidente do Sporting tem um plano para ultrapassar o Porto e o Benfica nos próximos dois anos e ser campeão nacional. Estratégia passa por aproveitar os problemas financeiros internos dos rivais. E começa com a contratação de Jesus

Bruno de Carvalho definiu uma estratégia que tem como objetivo “arrumar” o FC Porto e o Benfica e tornar o Sporting campeão nacional dentro de dois anos. É o próprio presidente leonino que lidera todo o processo e definiu a estratégia, partilhando com a sua equipa apenas parte dos seus planos. Mas a estratégia, que é no fundo simples, começou a ser implementada com a contratação surpresa de Jorge Jesus: o treinador bicampeão vai mudar-se da Luz para Alvalade.  

O plano assenta em aproveitar os problemas de excesso de dívida do FC Porto e do Benfica, que vão obrigar os dois clubes a reduzir fortemente os orçamentos no futebol na próxima época. Essa redução forçará os dois clubes a vender vários dos seus mais importantes jogadores, o que desequilibrará a equipa. O FC Porto já vendeu Danilo, prepara-se para vender Jackson, Oliver e Casemiro são empréstimos complicados de repetir; Brahimi, ainda ontem, disse que o FC Porto era grande "mas que havia clubes maiores". Já no Benfica, pelo menos Nico Gaitan estará de saída e Salvio só não lhe segue os passos porque não pode - porque está lesionado.

Ora, o Sporting já passou pela reestruturação financeira e baixou o seu orçamento, pelo que não tem pressão adicional para vender jogadores. Bruno de Carvalho quer aproveitar essa instabilidade nos clubes rivais e afirmar-se de novo na ribalta. Como costuma dizer entre amigos, os orçamentos não ganham jogos mas se os orçamentos se equilibrarem um bocadinho mais, as chances aumentam também. Na cabeça de BdC, a coisa é linear: apanhar o barco agora enquanto os rivais estão amarados a trocar o combustível e embarcar numa luta a três pelos campeonatos. Se não for agora, pensa Bruno, o FCP e o SLB terão tempo para se recomporem e fugirem novamente.

Ora pois, a contratação de Jorge Jesus é a primeira pedra de ataque. Bruno de Carvalho lembra amiúde que, desde que ganhou as eleições no Sporting, o FC Porto nunca mais ganhou nenhum título. E considera que, depois da contratação de Jorge Jesus, o Benfica leva um rombo no porta-aviões. 

Para o presidente do Sporting, a reestruturação que se segue no Benfica e no FC Porto, que vai obrigar a corte de custos e de orçamento do futebol, Esta é a oportunidade derradeira para o Sporting voltar ao topo. Agora ou nunca.