Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Federação espanhola de futebol anuncia “greve” para todos os jogos

  • 333

Max Rossi / Reuters

Decisão pode afetar as últimas duas jornadas do campeonato, numa altura em que o título ainda não está decidido - Barça e Real estão separados por dois pontos.

A Federação espanhola de futebol anunciou a “a suspensão por tempo indeterminado de todas as competições a partir de 16 maio”. Trata-se de uma medida de protesto contra o projeto de lei que introduzirá uma nova regulação dos direitos de transmissão televisiva dos jogos da primeira e segunda Liga, assim como da Taça do Rei e da Super Taça.

A “greve por tempo indeterminado”, que conta com o apoio do sindicato dos jogadores, promete impedir as últimas duas jornadas da Liga espanhola, assim como a final da Taça do Rei.

A medida surge como uma forma de pressão contra a nova legislação, que, caso obtenha aprovação pelo parlamento, irá entrar em vigor em 2016. Atualmente, os clubes espanhóis negociam a título individual os contratos televisivos, com os maiores clubes - como o Real Madrid e o Barcelona - a conseguirem receitas muito maiores. A mudança legislativa pretende ir no sentido de estabelecer um maior equilíbrio em relação aos diferentes clubes.

O texto conta com o apoio da liga profissional e o Governo espanhol rejeita as criticas da federação, afirmando que a nova lei representa “a maior conquista na defesa dos interesses dos jogadores e dos clubes”. O conselho desportivo considerou, por sua vez, que irá permitir ao futebol espanhol “atingir níveis de marketing, lucro e sustentabilidades até aqui impensáveis”.

A federação considera contudo que a legislação “não resolve nenhum dos problemas que afetam gravemente o futebol”, que irá criar entraves para a supervisão do desporto em Espanha e que irá desviar receitas geradas pelo futebol para outras atividades não relacionadas.

Enrique Cerezo, presidente do Atlético Madrid, disse esperar que todas as partes venham a negociar antes de 16 de maio.