Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Atlético e Real Madrid impedidos de fazer contratações

  • 333

Federação Espanhola de Futebol tentou impedir a sanção aos dois clubes, mas sem resultados

Sergio Perez/ REUTERS

Os dois clubes da Liga espanhola foram castigados pela FIFA, na sequência da contratação irregular de jovens jogadores. Em dezembro do ano passado, a mesma medida tinha sido aplicada ao Barcelona.

Depois do Barcelona, foi agora a vez do Atlético Madrid e do Real Madrid serem castigados pela Federação Internacional de Futebol (FIFA). Os clubes não vão poder contratar novos jogadores durante a próxima época, quer seja no mercado de inverno ou já no próximo defeso de verão.

Em causa estão as irregularidades na contratação de jovens futebolistas, contornando algumas regras do Regulamento e Estatuto de Transferência de Jogares Menores de Idade. O programa radiofónico "El Larguero" avançou que o Real está a ser investigado por causa da transferência de quatro jovens com menos de 12 anos, enquanto no Atlético estão em causa as crianças de nacionalidade chinesa que treinam nas escolas do clube.

O artigo 19.º do Regulamento deixa claro que um jogador só pode ser transferido de um clube para o outro quando atinge os 18 anos. Esta regra só não se aplica em três situações: caso os pais do jovem mudem de país, por motivos que nada tenham a ver com o futebol; no caso da transferência ser realizada dentro da União Europeia e que o jovem tenha pelo menos 16 anos; ou então caso o futebolista more a menos de 100 quilómetros da sede do novo clube.

Jogada de antecipação do Real 

Ao Atlético Madrid a notificação ainda não chegou, mas deverá ser recebida pelo clube muito brevemente, avança o jornal "El País". "Não tenho nenhuma informação, mas estamos a colaborar com a FIFA na investigação. Temos a certeza de que agimos corretamente, porque todas as licenças foram emitidas após a aprovação da Federação Madrilena de Futebol e da Federação Espanhola de Futebol", disse o porta-voz do clube, esta quarta-feira, citado pela agência Reuters.

Por precaução, e por saber que a sanção poderia chegar a qualquer momento, o Real Madrid agiu depressa e nos últimos meses conseguiu fechar vários contratos, num valor total de 52 milhões de euros. Marco Asensio, Danilo, Lucas Silva e Odegaard foram as aquisições.

O programa desportivo radiofónico "El Larguero" avança ainda que o presidente da Federação Espanhola de Futebol tentou impedir a sanção, mas sem resultados.

Esta não é uma pena inédita, uma vez que em dezembro de 2014 a FIFA também tinha castigado o Barcelona da mesma forma. Atualmente, o clube de Lionel Messi não pode contratar novos jogadores e só poderá regressar ao mercado em janeiro de 2016.