Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Sporting: Carvalhal com "satisfação do dever cumprido"

Após a goleada ao Rio Ave, por 5-0, no jogo disputado ontem para a Liga de Futebol, o treinador do Sporting assumiu-se "preparado para ser campeão brevemente, se possível em Portugal".

Carlos Carvalhal, treinador do Sporting, afirmou hoje após a goleada ao Rio Ave (5-0), para a Liga de futebol, estar "com a sensação de dever cumprido" e satisfeito pela vitória "na linha das exibições dos últimos jogos". 

O treinador leonino evitou comentar diretamente a decisão do Sporting de não renovar o seu contrato e assumiu-se "preparado para ser campeão brevemente, se possível em Portugal". 

"Tenho consciência de que fiz evoluir a equipa, sinto uma empatia muito grande entre mim e a equipa", disse o técnico, "orgulhoso por colocar a equipa a jogar bom futebol", numa época em que a sua capacidade de liderança "foi levada ao limite". 

Para Carvalhal, o jogo de hoje terminou com "uma boa vitória, na linha das exibições dos últimos jogos em casa", em que o clube leonino sempre marcou golos. "Conseguimos tornar a vitória fácil, com um futebol agradável", acrescentou. "É preciso ter qualidade e fazer circular a bola para se marcar cinco golos", frisou. 

O treinador elogiou o seu grupo de trabalho, considerando que "foi atingido o ponto de maturação já há algumas semanas". "Agora, estou com a sensação de dever cumprido, trabalhámos com seriedade e profissionalismo para aguentar a nau e levá-la a bom porto", acrescentou. 

"A expressão no jogo e no dia a dia é de satisfação pelo trabalho", afirmou ainda Carvalhal, não comentando as declarações de alguns jogadores do plantel, como Yannick Djaló, já terem manifestado o desejo de que ele continuasse em Alvalade. 

O avançado leonino, que saiu do jogo com um "hat-trick", disse ficar "com pena" pela anunciada saída de Carvalhal, com quem gostaria de prosseguir o trabalho na próxima época. 

Sobre o facto de ter marcado três golos, disse ser "um dia muito feliz" mas relembrou que o Sporting tem de "continuar a trabalhar para garantir o quarto lugar". "Estou confiante, as coisas estão-me a correr bem. Agora, vamos jogar para ganhar ao Benfica, vamos para conquistar os três pontos e vai ser um jogo espetacular", frisou. 

Em plano oposto ao clube de Alvalade, o Rio Ave sofreu pela segunda jornada consecutiva cinco golos, o que o treinador Carlos Brito considerou ser "um caso para reflectir". "Uma coisa é isso acontecer uma vez, outra é duas... Não retira confiança e orgulho pela época, mas duas derrotas assim pesam", acrescentou. 

Sobre o jogo de hoje, destacou a grande eficiência do Sporting na segunda parte - "se não foram golo todos os remates à baliza, poucos faltaram". "Nós fizemos um campeonato tranquilo até há duas jornadas atrás, temos uma quebra momentânea mas não há que desanimar, há uma camisola para defender com orgulho até ao final do campeonato", reforçou.   

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.