Anterior
Valadares: trabalhadores mantêm concentração à noite
Seguinte
Soflusa corta 48 ligações entre Barreiro e Lisboa
Página Inicial   >  Economia  >   Desemprego: Durão pede a Passos "progressos concretos" até abril

Desemprego: Durão pede a Passos "progressos concretos" até abril

O presidente da Comissão Europeia solicitou hoje uma "metodologia de trabalho" em carta endereçada ao primeiro-ministro. Um grupo de Bruxelas deverá visitar Portugal já em fevereiro.
Lusa |
A missiva surge um dia depois do anúncio de programas-piloto para reduzir o desemprego, sobretudo entre os jovens
A missiva surge um dia depois do anúncio de programas-piloto para reduzir o desemprego, sobretudo entre os jovens / Geert Vanden Wijngaert/AP

O presidente da Comissão Europeia pediu hoje ao primeiro-ministro uma "metodologia de trabalho" para se atingirem "progressos concretos" até abril no combate ao desemprego entre os jovens, com a criação de uma "equipa de ação" para analisar o fenómeno.

"No que respeita a Portugal, o grupo deveria ser liderado, de preferência, por um membro do seu gabinete e incluir, a nível técnico, as autoridades nacionais competentes responsáveis pelos fundos estruturais, o emprego e a educação, bem como os parceiros sociais nacionais", escreveu Durão Barroso a Passos Coelho, em carta hoje endereçada e divulgada à imprensa em Bruxelas.

Durão Barroso escreveu ao primeiro-ministro português e a outros sete chefes de Governo de países da União Europeia (UE) com maiores taxas de desemprego. A missiva surge um dia depois do anúncio de que a "Comissão Barroso" propôs o lançamento imediato de programas-piloto para reduzir o fenómeno do desemprego.

Visita a Portugal em fevereiro


Dirigindo-se na cimeira de Bruxelas aos chefes de Estado e de Governo dos 27, que decorreu na segunda-feira, José Manuel Durão Barroso apontou que para os oito países com níveis de desemprego jovem significativamente acima da média da UE - Espanha, Grécia, Eslováquia, Lituânia, Itália, Portugal, Letónia e Irlanda - Bruxelas propõe a formação imediata de "equipas de ação" compostas pelas autoridades dos países, pelos parceiros sociais nacionais e pela Comissão.

Na missiva dirigida a Pedro Passos Coelho, Barroso diz que a Comissão irá entrar em contacto em breve com as autoridades portuguesas "a fim de preparar a visita do grupo" de Bruxelas, que em fevereiro fará uma visita de um ou dois dias ao país com o intuito de "identificar os elementos necessários para um plano relativo ao emprego dos jovens" e descortinar quais os mecanismos de apoio às pequenas e médias empresas (PME) que "devem ser acelerados" ou para os quais é necessários transferir fundos comunitários "a fim de aumentar as oportunidades de emprego".

"Espero trabalhar estreitamente convosco nestas importantes questões de modo a que possamos obter progressos concretos a curto prazo", declara Barroso ao primeiro-ministro de Portugal.

Terceira pior taxa de desemprego


A taxa de desemprego em Portugal subiu para 13,6% em dezembro de 2011, mais quatro décimas que no mês anterior, e é a terceira pior da zona euro no referido período, divulgou hoje o 'Eurostat'.

Do total dos países dos quais o Eurostat disponibiliza números para dezembro, a taxa de desemprego em Portugal situa-se apenas abaixo da registada em Espanha (22,9%) e Irlanda (14,5%). No entanto, é de esperar que na Grécia o número de desempregados seja também superior, já que os dados de outubro - os mais recentes para o país divulgados pelo Eurostat - apontam para valores perto dos 20%.

A nível de desemprego entre os jovens, Portugal é também um dos países com taxas mais elevadas na Europa.

 


Opinião


Multimédia

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 18 Comentar
ordenar por:
mais votados
A Democracia tem que ser defendida pelo povo...
A história da decadência da União Europeia entrou num novo estádio e a mais desbragada humilhação está em curso. É agora oficial: a Alemanha defende que o
 
orçamento grego seja gerido por um funcionário nomeado pela Comissão Europeia que terá plenos poderes sobre o governo local.
 
O número dois do governo alemão foi ontem muito claro sobre a necessidade de instalar um funcionário europeu em Atenas para governar o país, uma vez que os objectivos da troika não foram atingidos pelos governos Papandreou-Papademos.
 
Mas quem diz a Grécia, diz Portugal. Segundo a Reuters, o projecto alemão defendeu o controlo do orçamento de qualquer país sob assistência financeira que esteja a falhar os objectivos do programa da troika.
 
A soberania já tinha sido hipotecada a troco do empréstimo externo. Agora a Alemanha espera que lhe seja oferecida de boa-vontade – como se houvesse uma espécie de quinta coluna em todos os países europeus prontos a facilitar a ocupação alemã sem resistência. Tendo em conta que os objectivos do nosso programa da troika são de muito difícil cumprimento, a possibilidade de um funcionário europeu se instalar no lugar de Vítor Gaspar tornou-se, aos olhos do governo alemão, espantosamente credível.
 
O que é espantoso é a naturalidade com que a Alemanha – a quem a Europa perdoou a dívida da Segunda Guerra – acorda agora todos os monstros possíveis sem tremer. Ontem, a resposta do ministro grego das Finanças, Evangelos Venizelos, foi uma amostra...
Durão
Não pode o povo está de tanga, e os políticos continuam de fraque.
EMPREGO
Se o sector privado está em crise e não o cria, deverá ser o sector público a criá-lo!!!

Foi essa a conclusão a que chegou o Presidente Roosevelt em 1933.

A chamada "Política do New Deal" foi exactamente O CONTRÁRIO do que tem estado a fazer o actual Executivo, e do que pretende a Tróica!!!

E foi a que aplicou os princípios Keysesianos, que permitiram à América e ao Mundo sair da crise!!! Só que desde os anos 70, há quem conteste esse facto, e efectivamente a Alemanha, que aplicou os mesmos princípios, não saíu da crise, afundou-se nela!!!

Talvez por o seu novo Chanceler Adolfo H. ter exagerado na concentração Estatal.

E todos prosseguiram no sentido da Guerra, que foi despoletada pela pretensão da Alemanha a controlar determinados territórios que outrora lhe haviam pertencido: os Sudetas, Dantzig - e por ter forçado a "União" com a Áustria...

Nada disto vos dá um sentimento de "déjà vu"?...

O povo tem que defender a Democracia...
O número dois do governo alemão defendeu ontem que se os gregos não cumprirem os objectivos, então terá de ser imposta de fora uma liderança, a partir da União Europeia. Na véspera da cimeira europeia, Philipp Roesler tornou-se no primeiro membro do governo alemão a assumir a paternidade da ideia segundo a qual a troco de um segundo programa da troika, um comissário europeu do orçamento seria investido de funções governativas em Atenas, retirando ao governo legítimo funções essenciais.
 
Numa entrevista ao jornal “Bild”, o número dois de Merkel afirma: “Precisamos de maior liderança e monitorização relativamente à implantação das reformas. Se os gregos não estão a ser capazes de conseguir isto, então terá de haver uma liderança mais forte vinda de fora, por exemplo, da União Europeia”.
 
O governo grego ficou em estado de choque com a ameaça da próxima ocupação. O ministro grego das Finanças pediu à Alemanha para não acordar fantasmas antigos – a Grécia esteve ocupada pelas tropas nazis durante a II Guerra. “Quem põe um povo perante o dilema de escolher entre assistência económica e dignidade nacional está a ignorar algumas lições básicas da História”, disse Venizelos, lembrando “que a integração europeia se baseia na paridade institucional dos estados-membros e no respeito da sua identidade nacional e dignidade”. “Este princípio fundamental aplica--se integralmente aos países que passam por períodos de crise e têm necessidade de assistência dos seus parceiros...
Ai Durão, durão !!

Então não sabes que progressos concretos estão em andamento. Já deste bem conta de quantos dos nossos já conseguimos enfiar !!!

Mas em franco progresso está também previsto alguma coisinha para a plebe.
Só que não te passa pela tola o trabalho que dá a fazer a massa folhada para os pastéis !!
Re: Ai Durão, durão !!
Re: Ai Durão, durão !!
"devíamos dar com os pés ao fundamentalismo que...
"devíamos dar com os pés ao fundamentalismo que...

vem de Bruxelas"...

" o défice do Estado não é o nosso principal problema"...

" a ideia de que o défice orçamental dos últimos anos é extremamente grave é simplesmente errada"...

"é chegada a hora de dizer "Não!" e dar com os pés a Bruxelas"

"O Estado devia confiar mais nos seus cidadãos"...

Ofereço pontos a quem acertar no autor destas citações...

Até ao limite de 4 que são os que me restam...

porque não posso ultrapassar o défice...
"O CHERNE"
Cada vez que abre faladura é um autêntico tubarão branco,Alemão,Ariano, enfim um cherne esuisito :............
Ainda vem acabar a desovar em Portugal um dia destes num rio pertinho de nós.
kácus
o fenomeno.
Eu acho particularmente interessante a parte da criacao da equipa para estudar " o fenomeno " ate abril.. Ainda vao descobrir que se trata de um fenomeno metereologico que provoca o desemprego.
Re: o fenomeno.
FAIT DIVERS
Mais um Fait Divers da maior alforreca politica da nossa historia-Durex.
Em matéria de Emprego, Passos nada vai fazer, pq nao sabe...
Seria interessante começar pelo IEFP, e afastar de lá os muitos e mal formados funcionarios daquela instituição.

Pq em materia de reinserção profissional, nada têm feito, colocando os desempregados licenciados á sua sorte.
Ninguem se interessa pelas carreiras e pelos CVs .
Este instituto poderia, se funcionasse bem, ser a recolocação principalmente, daqueles que estão quase mortos profissionalmente: os Cotas.
Mas como PP Coelhone gosta é de aparecer na foto, vai tudo continuar na mesma, como a Lesma.
Uma pouca vergonha !!
Vem aí pastel ...
Os Belmiros e os Alexandres já mandaram tirar listagens do pessoal , para colocarem umas dezenas de milhares no desemprego, . Entretanto umas horitas extraordinárias , uma parte das quais não pagas, irão resolver este período transitório .

Quando vier a massaroca para este programa de emprego, é vê-los a abocanhar a maior parte e a aparecerem como os salvadores da pátria, que até em época de crise criam empregos ....

Mesmo antes do macaco
a espécie mais parecida com um ser-humano, vai agora finalmente distribuir a poção mágica que no seu tempo de coelho não conseguiu.
Fantástico! É tão bom ser português!
pelo movimento emprego
o estado do país é o espelho do povo, miserável, perante a campanha que o governo lançou no seu portal "o meu movimento" qual não foi a minha admiração em saber qual é o movimento mais votado pensava eu que os problemas mais graves do país seriam a falta de emprego, corrupção, electricidade cara, combustíveis caros, reformas baixas, baixos salários, ineficácia da justiça, défice da balança comercial, dívida pública, não comprar o que é nacional, etc... mas afinal não o grande problema de nós todos estarmos com a nossa vida pior é o "movimento anti touradas" respeito todos os movimentos mas será que nós enquanto sociedade acham que é isto que vai por pão em cima da mesa de casa de todos nós?
Olha que dois !!
Um cherne e um coelho. O peixe tem traído tudo e fugido de todos...em busca do seu dinheirinho. O pequeno mamífero disse e prometeu...o que agora desdiz e não cumpre, chegado a S.Bento. Se estivesse por cá Camilo Castelo Branco, haveria uma nova edição da CORJA. E, se estivesse por cá Fialho de Almeida, idem, dos GATOS. Assim, Siga a Banda, até porque o "ZÉ" gosta.
o problema do emprego nos jovens...
Na minha opinião a falta de emprego entre os jovens não esta nas oportunidades que não existem mas sim no actual sistema de ensino que quer que todos os jovens sejam dotores e engenheiros.

Hoje em dia, vemos muitos jovens que tiram cursos superiores em universidades publicas e privadas que no final so conduzem ao desemprego.

Por outro lado, nos cursos profissionais o estado paga aos alunos para irem as aulas e no final consegue arranjar emprego a uma grande maioria. No entanto num pais em que todos querem ser dotores e engenheiros, ir para um curso profissional não é visto como uma pessoa que tem uma capacidade e gosto por manutenão de maquinas, ou cabeleireiro, ou electricista, etc mas é visto como uma vergonha, como uma pessoa que é tão burra que nem numa universidade da treta consegue entrar.

No final o que temos, são estes dotores e engenheiros que acabam por estar no desemprego, pois não ha oportunidades que se adaptam ao seu "perfil"... ou acabam por trabalhar nas obras ou num supermercado a espera de uma oportunidade que muito provavelmente nunca chegará...
Comentários 18 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub