Anterior
Morreu o Presidente do Gana
Seguinte
Soraia Chaves recria Marilyn, na Revista
Página Inicial   >  Sociedade  >   Degelo na Gronelândia assusta cientistas da NASA
com vídeo

Degelo na Gronelândia assusta cientistas da NASA

É o degelo mais vasto dos últimos 30 anos. Em apenas quatro dias, derreteu da camada de gelo que cobria a Gronelândia nesta altura do ano.
Lusa |
Estas duas imagens, captadas por satélites da NASA, têm apenas quatro dias de diferença. A da esquerda data de 8 de julho e a da direita de dia 12
Estas duas imagens, captadas por satélites da NASA, têm apenas quatro dias de diferença. A da esquerda data de 8 de julho e a da direita de dia 12 / NASA

Cerca de 97% da superfície da camada de gelo que cobre a Gronelândia derreteu este mês, o degelo mais vasto de que há registo nos 30 anos de observações de satélite da ilha, alertou a NASA.

A conclusão dos cientistas baseia-se em imagens captadas por três satélites diferentes, segundo as quais o degelo foi particularmente rápido entre os dias 8 e 12 de julho.

Durante esses quatro dias, a área derretida passou de 40% do total da superfície da camada de gelo para 97%, o que significa que a quase totalidade da camada sofreu algum derretimento - desde as extremidades finas próximas da costa até ao centro, com mais de três quilómetros de espessura.

Num comunicado divulgado no site da NASA na terça-feira, os cientistas admitem que a diferença entre as imagens do dia 8 e do dia 12 era tão grande que pensaram haver algum erro.

"Era tão extraordinário que no início questionei o resultado: era mesmo real ou devia-se a um erro dos dados?", diz Son Nghiem, do laboratório de propulsão a jato da NASA em Pasadena.

Os investigadores afirmam que, num verão normal, cerca de metade da superfície da camada de gelo da Gronelândia derrete e, enquanto nos pontos mais elevados a água volta rapidamente a congelar, perto da costa alguma da água é retida pelo gelo e o resto perde-se no oceano.

Mas este ano a extensão do degelo na superfície ou perto dela aumentou dramaticamente, alertam os cientistas, que ainda não determinaram se este descongelamento irá afetar o volume total de perda de gelo e contribuir para a subida do nível do mar.

Vaga de ar quente


Este foi o segundo acontecimento invulgar na Gronelândia em poucos dias, depois de um icebergue do tamanho da ilha de Manhattan se ter separado do glaciar de Petermann, mas os cientistas consideram mais grave o degelo.

Lora Koenig, especialista em glaciares no centro Goddard da Nasa, diz que degelos rápidos como este acontecem todos os 150 anos, mas avisou que o derretimento deste ano pode ter vastas implicações.

"Se continuarmos a observar eventos como este nos próximos anos, será preocupante", disse.

As consequências mais imediatas poderão ser o aumento do nível do mar e o aquecimento do Ártico. Os cientistas atribuem um quinto do aumento total do nível do mar - que é de três milímetros por ano - ao derretimento da camada de gelo da Gronelândia.

O climatólogo Thomas Mote, da Universidade da Georgia, admite que este degelo extremo se deva a uma cúpula de calor que cobriu a Gronelândia entre 8 e 16 de julho ou a uma vaga de ar quente particularmente forte.



Opinião


Multimédia

Os assassínios, as execuções, as decapitações são as imagens mais chocantes de uma propaganda cada vez mais sofisticada. É a Jihad, que recruta guerrilheiros no ocidente para matar e morrer na Síria. O Expresso seguiu as pisadas de cinco jiadistas portugueses, mostrando quem são e como foram convertidos e radicalizados. E como lutam, como foram morrer - e como já haverá arrependidos com medo de fugir. Reportagem em Londres, no café onde viam jogos de futebol, na universidade onde estudavam e na mesquita onde rezavam. Autoridades e especialistas em terrorismo estão alerta sobre este pequeno mas perigoso grupo, onde corre sangue português - e de onde escorre sangue por Alá.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.

Geração Z

Mais rápidos, mais capazes, mais solitários, os Z vivem agarrados aos ecrãs, pensam com a ajuda da internet e estão permanentemente preocupados com a bateria do telemóvel. Que geração é esta que nasceu com a viragem do século?

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.


Comentários 55 Comentar
ordenar por:
mais votados
A Mudança BioEnergética do Planeta Terra
Se as pessoas soubessem de facto está a acontecer ficavam incrédulos com a tamanha desumanidade dos actuais senhores do Mundo, os grandes Monopolios das guerras, da ESCRAVIDÃO HUMANA. Quando nos tornamos insensiveis para os mesmo da nossa espécie então todos os limites foram ultrapassados. Que será dos recursos naturais? Que será das outras espécies? E pensam muitos que tudo é obra do ocaso. Nada acontece por ocaso e o planeta reage a agressão, penso que já passamos do ponto sem retorno, senão haver uma acção concertada e séria de todos os países o embate será violento...e pensam algumas elites que estarão a salvo em profundas cavernas...
É preciso ter uma imagem geral do que vai acontecendo..actividade solar..actividade sismologica..incéndios na sibéria....secas..está tudo aí acontecer..
Re: A Mudança BioEnergética do Planeta Terra
Re: A Mudança BioEnergética do Planeta Terra
Re: A Mudança BioEnergética do Planeta Terra
Re: A Mudança BioEnergética do Planeta Terra
Re: A Mudança BioEnergética do Planeta Terra
Re: A Mudança BioEnergética do Planeta Terra
O pessoal do norte da Europa que prepare as malas
Se isto por acaso não for um daqueles ciclos de 150 anos falado no texto , melhor o pessoal da Inglaterra e norte da Europa começar a fazer as malas.

Ah , espera aí , o sul da Europa , principalmente a Grecia já não aguenta mais gente , e iríamos receber agora quem se acha no direito de nos julgar mal e insultar.

E mesmo que seja esse ciclo de 150 anos , queira bem que o despertar desse ciclo não seja o gatilho para o início do degelo completo da Gronelandia.
O AQUECIMENTO GLOBAL
Estas imagens não deixam de ser impressionantes.
Onde antes havia gelo não há de momento nada.
Estas imagens monstram bem a pequenez, a demagogia, a leviandade, a falsidade e a superficialidade das palavras de Pedro Passos Coelho dizendo : " Que se lixem as eleições o que interessa é Portugal "
Tão ignorante e incauto o nosso primeiro ministro!
A bem da banca e do capitalismo de casino.
Contra a susentibilidade do planeta.
Re: O AQUECIMENTO GLOBAL
Re: O AQUECIMENTO GLOBAL
Sei que encontramos explicações para tudo,
quer dos que defendem novas energias, como meio de fazerem fortuna; ou, dos alarmistas, que acordam vendo o mundo em chamas, ou naufragando; ou, daqueles que honestamente estão preocupados com os rumos da vida sobre este planeta ... Em meio ao emaranhado de informações que temos, a maioria desinforma planejadamente (é o que penso). Por isso, o melhor mesmo é ser um observador atento do próprio tempo em que vivemos, nas nossas cercanias e logo vamos perceber que há algo errado, que o clima está passando por uma espécie de modificação sem volta. Dias atrás, enquanto viajava para o oeste do Rio Grande do Sul, em direção ao Uruguai, meu filho chamou a atenção para os muitos papagaios em algumas árvores do Pampa Gaúcho. Parei, incrédulo, peguei um binóculo e percebi que não estava enganado. Á noite, na tevê, uma notícia confirmava que muitos papagaios voavam pelas árvores da arborizada Porto Alegre, a capital do Estado. Aves vindas do norte e do nordeste brasileiro. Um mistério. Pois é, mas o mistério é a pertubação climática que se observa no planeta, tal como o desaparecimento sistemático das abelhas, que muitos não acreditam. Como relata Fun Chang, um filósofo chinês de antes de Cristo, a Natureza é como o tropel de milhares de cavalos, que no seu caminho a tudo destrói, para renovar-se. Ferida, a Natureza apenas age em defesa e tal será a nossa ruína, como civilização. É simples e direto. Rio Grande
Re: Sei que encontramos explicações para tudo,
Re: Sei que encontramos explicações para tudo,
'Degelo na Gronelândia assusta cientistas da NASA
Parece haver alguma confusão sobre aquilo a que diz respeito esta notícia. Para ser muito breve, para aqueles que não chegaram a perceber:

1. A notícia não diz que 97% do gelo da Gronelândia derreteu. Esta ilha tem gelo acumulado que nunca mais acaba, quilómetros de espessura acumulados ao longo de milénios... se este se derreter, podemos ter a certeza que notaremos a diferença em Lisboa, estejam certos disso.

2. O gelo a pressão normal derrete acima dos 0º centígrados.

3. A água líquida (sobre gelo) tem propriedades refletoras diferentes do gelo.

4. As temperaturas oscilam ao longo do ano, mas nos meios polares ou nas grandes altitudes, há regiões que em momento algum chegam a experimentar temperaturas positivas ou incidência de luz solar suficiente para um derretimento sustentado.

É este o verdadeiro significado da notícia: num mês houve condições para um derretimento parcial da superfície em 97% daquela. Se quisermos simplificar, observou-se temperaturas positivas sustentadas em 97% da Gronelândia, quando o normal seria 50%.

A superfície derretida cresceu de 40% para 97% em apenas 4 dias.

Isto pode ser uma flutuação estatística, ou uma tendência. Aviso no entanto os que argumentam com os 150 anos, que estes períodos são deduções mais ou menos indiretas, produzidos pela mesma ciência que pede cautela quando estes casos acontecem (a ocupação humana desta ilha não decorre à tempo e extensão suficiente para registar estas periodicidades).
Re: 'Degelo na Gronelândia assusta cientistas da N
Re: 'Degelo na Gronelândia assusta cientistas da N
Re: 'Degelo na Gronelândia assusta cientistas da N
Re: 'Degelo na Gronelândia assusta cientistas da N
Re: 'Degelo na Gronelândia assusta cientistas da N
Re: 'Degelo na Gronelândia assusta cientistas da N
...é uma...
...é uma boa notícia para o menino de massamá!
....se isto for realmente, um facto científico, não é preciso a rapaziada formada ter de imigrar...basta ir viver para a costa portuguesa!
Re: ...é uma...
Nada de novo
Greenland chamava-se assim porque era verde, com prados e bosques, quando os vikings lá chegaram por volta de 950AD, nas dark ages medievais. Não sou eu que digo, são as escavações lá efectuadas, que mostram uma temperatura 5º acima das posteriores, que desceram esses 5ºC em cerca de 80 anos. Desceram tanto que os vikings abandonaram as colónias que lá tinham por volta do sec. XIV.

Análise dos ice cores de periodos bem mais antigos mostra insectos e florestas debaixo de gelo glaciar, e temperaturas até 10ºC acima das actuais. Não sou eu que o digo, leiam revista Science, artigo Março 2011.

Finalmente, quanto ao curto prazo, a temperatura na Greenland não está a subir, está a descer. Não sou eu que o digo, são análises de interessados, como Yonaton Hyland (ver "Greenland Temperatures Falling").

Mas o que vende é "climate change" = "global warming", por isso estas notícias têm que ser bem badaladas, por exemplo para manter o preço da energia em alta e garantir negócios aos empresários das eólicas, etc. A com. social ajuda.

É a minha opinião, naturalmente. Sintam-se livres de discordar.
Re: Nada de novo
Re: Nada de novo
Re: Nada de novo
Re: Nada de novo
Re: Nada de novo
Re: Nada de novo
Re: Nada de novo
Re: Nada de novo
Re: Nada de novo
Re: Nada de novo
Re: Nada de novo
que tal lerem o relatório?
e que tal lerem o relatório em vez de se limitarem a fazer copy/paste acabando por fazer figuras tristes?

“Ice cores from Summit show that melting events of this type occur about once every 150 years on average. With the last one happening in 1889, this event is right on time,” says Lora Koenig, a Goddard glaciologist and a member of the research team analyzing the satellite data."
ur1.ca/9u04c
Re: que tal lerem o relatório?
Re: que tal lerem o relatório?
Re: que tal lerem o relatório?
Re: que tal lerem o relatório?
Re: que tal lerem o relatório?
Re: que tal lerem o relatório?
O Homem e a terra

A terra encontra-se em pleno Antropoceno! Isto significa que a actividade do Homem, já marcou a terra indelevelmente!

Por outro lado, cento e tal anos de registos climáticos, é pouco para aferir, qual o impacto do homem no clima da terra, dados os mecanismos de autoregulação do clima que se pressupõe existirem.

Só agora a comunidade científica começa a possuir a tecnologia que lhe permitirá determinar qual o peso que factores como os ciclos da actividade solar e as correntes oceânicas jogam na alteração do clima. Convém recordar que o clima da terra se mantém estabilizado só há dez mil anos , mas mesmo durante esse tempo ouve oscilações importantes : cerca do ano mil DC, a Europa aqueceu durante cem anos e plantava-se vinha na dinamarca; a seguir viveu-se a mini era glaciar do sec. XIV ao XVIII.

Entretanto, o alarmismo criado à volta do clima, tem servido para desacreditar, as questões imediatas e críticas do ambientalismo entre elas a preservação da biodiversidade.

Esta, estimada como fundamental para a sobrevivência a prazo do homem, encontra-se, ameaçada pelo mesmo, verificando-se actualmente um ritmo alarmante de extinções de espécies.

De igual modo, todos os dias milhares de hectares de áreas de habitats selvagens são destruídos e queimados e convertidos muitos deles à monocultura.

Esta é a ameaça imediata que urge travar por todos os meios, sobretudo através da sensibilização e da formação dos mais jovens.
Peço o seu perdão...
Re: Peço o seu perdão...
Re: Peço o seu perdão...
Re: Peço o seu perdão...
Re: Peço o seu perdão...
Re: Peço o seu perdão...
Re: Peço o seu perdão...
Re: Peço o seu perdão...
Re: Peço o seu perdão...
Até me assusta e perplexa a mim!
As Lendas São intemporais, como o são todas...falam do mundo interior... como tal temos de fazer uma introspecção de nós próprios calmamente ver a verdadeira natureza da luta interna que muitas vezes nos se depara ... É com a desordem/caos actual que vemos morrer lentamente o nosso planeta! E a Lenda de Platão sobre a Atlântida faz-nos pensar nos nossos dias ... e nos deixa perplexos pela sua perplexidade...
Uma ilha fabulosa, uma terra abençoada de riquezas naturais, um povo com conhecimentos científicos e tecnológicos sem igual, uma sociedade governada por leis sábias e com espírito divino se sobrepunha às partes da sua natureza... mas a decadência desta virtude interior deu início a uma guerra sangrenta que aconteceu a destruição completa ... pois nós hoje temos um planeta belo, abençoado de riquezas naturais etc... e o que constatámos e a decadência do ser humano, as guerras, os ataques de ambição prepertados à natureza e ao ser humano em si. Contaminados por injustiças, cobiças e pelo orgulho de dominar ...A fantasia como choca com a realidade dos nossos dias.Porquê organizar o Mundo desta forma??..
Tivemos o Rio + 20 e continua-se a destruir ... ainda aqui há dias ouvi uma notícia que me deixou assim a modos que perplexa... Um projecto de protecção ás baleias para que não se comentam mortes e foi chumbado ... Vão matar mais baleias ... Oh! Hipocrisia...
Um mundo devorador ... explorador...louco,um mundo de ilusão... A ambição leva à destruição...
Re: Até me assusta e perplexa a mim!
Re: Até me assusta e perplexa a mim!
Comentários 55 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador

PUBLICIDADE

Pub