5
Anterior
Matt Damon: "Quando quero mandar as obrigações às urtigas, vou comer ...
Seguinte
Lady Gaga come papa de bebé para emagrecer
Página Inicial   >  Sociedade  >  Gente  >   De boxers pela selecção

De boxers pela selecção

Revista "Vanity Fair" antecipa o Mundial-2010 "despindo" os maiores futebolistas na sua edição de Junho. Cristiano Ronaldo está na capa, ao lado de Drogba. Clique para visitar o canal Life & Style
De <i>boxers</i> pela selecção
Reprodução da capa de Junho da «Vanity Fair»

Em vésperas de Mundial-2010 de futebol, esta é outra maneira de cada jogador dar o corpo pela respectiva selecção. Os maiores craques do futebol resolveram aceitar o desafio lançado pela revista "Vanity Fair" e acederam a ser fotografados apenas em roupa interior, cada qual vestindo as cores do país que representam.

E quem teve honras de capa desta edição de Junho? O portuguesíssimo Cristiano Ronaldo, ao lado de Didier Drogba, jogador do Chelsea e da seleção da Costa do Marfim.

A campanha, fotografada pela não menos célebre Annie Leibovitz, junta ainda outras estrelas como Samuel Eto'o (Camarões), o brasileiro Kaká e Donovan, jogador da selecção dos Estados Unidos.

Para os mais desatentos, recorde-se que o Mundial-2010 de futebol decorrerá na África do Sul e o jogo inaugural está marcado para o dia 11 de Junho.


Opinião


Multimédia

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 5 Comentar
ordenar por:
mais votados
Ora nesses dois jogadores de futebol está o
futuro do País...Essas noticias são mesmo destinadas aos cidadãos com grau de desenvolvimento intelectual muito próximo dos primatas...
Feira das Vaidades
A Vanity Fair parece apostar na bancarrota de Portugal... Vai mostrar, logo na capa, como nós estamos de tanga. Apesar disso, muita american girl vai adorar os atletas da tanga, não se importando que eles sejam "pobres" e mal vestidos. Só espero que a campanha da Vanity Fair não vá interferir com a cruzada que o PSI20 vai levar a Wall Street, daqui a uns dias, para conquistar os investidores americanos.
AQUELE VERMELHO…

Aquele vermelho não me parece bem o vermelho da nossa bandeira. Não sei se é alguma variação tão ao gosto de algumas equipas, que mudam as cores dos equipamentos, para valorizar a exibição. Mas também pode ser um efeito no vermelho que tem a ver com a parte do corpo que está a cobrir. Efeito das luzes?
Realmente o futebol é um dos melhores placebos ..
para a crise que domina em quase todos os Sectores...
Viu-se no domingo no Porto, suposta cidade do trabalho (quando havia trabalho!), cujo deafio entre duas das 3 melhores equipas Lusas pôs tudo a mexer... do Algarve ao Minho, passando pelo "Alentejo e Nordeste profundos" , desaguando na Foz do Douro do nosso encantamento...

É isso aí -mais chicane menos chicane, mais bolinha de golf sem sticK (valha-nos ao menos a falta do pau) , todos vivemos uma semana de alta tensão -as excepções aqui não fazem regra - tudo por causa do futebol...

Imaginemos agora se todas essas forças e preocupações - para não dizer palavras caras como sinergias - fossem canalizadas para reclamar o direito à dignidade de todos os Portugueses - que andam a ser ludibriados pelos nossos Eleitos e entretidos com artistas da bola, seus patrões e seus fazedores de notícias que vendem jornais e publicidade...

Mas isto ainda não acabou -segue-se já o 2º F , Fátima onde os icons foram até proibidos de se estenderem nas esplanadas... A nossa Segurança que tem tido tanto que fazer tem que esperar por Agosto para decansar um bocadinho, ou não terá direito a gozar tambem um F de Feriado...

Eu quando fôr grande quero ser futebolista. pagam-me bem e ainda me batem palmas...Além disso posso também dar a mostrar uma perninha nas passerelles e mostrar o "cabedal"...
Ai, ai!
Penso que a maior parte dos comentadores gostaria de se ver na capa de uma revista, nem que fosse de costas...
Ronaldo não é feio, tem um corpo agradável de se ver e só compra ou vê quem quer e só cai nas "garras do marketing" quem não sabe o que quer! Dizer mal por inveja, por dor de cotovelo (seja lá o lugar onde este fica) ou pela cor dos calções, não é agradável de ler. Efeitos de photoshop? Quantas imagens de mulheres não são trabalhadas neste programa? Quantos não têm dor de "cotovelo" ao vê-las?
Só fiquei aborrecida por não poder contar as costelas todas... lol
Comentários 5 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub