Anterior
Duque de Edimburgo deixou hospital
Seguinte
PS condena prisão das Pussy Riot
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Daniel Oliveira acusa Louçã de fazer "política suja"

Daniel Oliveira acusa Louçã de fazer "política suja"

Ex-dirigente, porta-voz e militante do Bloco de Esquerda desde a primeira hora, Daniel Oliveira ataca duramente Francisco Louçã. Diz que o líder mente, faz "estapafúrdias acusações" e promove "um triste espetáculo" ao vir "lavar roupa suja em público".
|
Daniel Oliveira critica o ex-líder do BE
Daniel Oliveira critica o ex-líder do BE / Luiz Carvalho

Não restam dúvidas: o verniz estalou no Bloco de Esquerda entre antigos dirigentes e fações que compõem o quinto partido com assento parlamentar. Daniel Oliveira, fundador da Plataforma de Esquerda e da Política XXI, que viriam a integrar o Bloco de Esquerda, publicou na sua página do Facebook um longo comentário às declarações feitas por Francisco Louçã e publicadas na última edição do Expresso.

O ainda líder do BE acusou Daniel Oliveira de promover "uma ofensiva" contra o Bloco de Esquerda, na qualidade de "fonte anónima" das várias notícias que ao longo das últimas semanas têm referido as tensões que a mudança de liderança do Bloco tem causado. Para Francisco Louçã, o objetivo era o de "atacar pessoalmente João Semedo", candidato designado por Louçã para o substituir na condução do partido, juntamente com Catarina Martins.

O ex-porta-voz responde com dureza. Confessa ter ficado "atónito com esta inédita forma de confronto político" e passa ao contra-ataque, dizendo que as afirmações de Francisco Louçã são "uma mentira completa" e que "nem sequer vem bem embrulhada", que garante ser "amigo pessoal" de João Semedo e de "ao contrário de outros" dar "valor à amizade".

"Inaceitável calúnia"


"Não é a primeira vez que Francisco Louçã faz este género de acusações públicas sem qualquer fundamento", afirma Daniel Oliveira, que já por diversas vezes manifestou publicamente discordâncias com a linha de orientação seguida pelo BE. O antigo dirigente veio a terreno responder a Louçã para que não restem dúvidas de que se tratou de uma "inaceitável calúnia" e afirma ser este gesto "de uma irresponsabilidade sem nome que, ainda por cima me obriga a vir a terreiro para participar neste triste espectáculo, que apenas contribui para enfraquecer o Bloco".

Daniel Oliveira pede desculpa aos militantes "por esta troca de galhardetes que todos dispensávamos" e para que dúvidas não fiquem sobre o estado das suas relações - políticas e pessoais - com Francisco Louçã, remata: " Tenho algum receio de escrever o que realmente sinto neste momento. Não apenas em relação a um dirigente político que já respeitei, mas em relação à política que, às vezes, pode ser mesmo suja".

O comentário no Facebook foi publicado no sábado - depois da notícia do Expresso. Já tem mais de 300 likes e quase duas centenas de comentários.

 

 


Opinião


Multimédia

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

United Colors of Gnocchi

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.


Comentários 144 Comentar
ordenar por:
mais votados
Cavaco Silva não estava de férias para ir à
inauguração em Albufeira de um Hospital privado, mas disse que estavade ferias para comentar a noticia do corte de 200 milhões de euros para o próximo ano na saúde....
Re: Cavaco Silva não estava de férias para ir à
Alegre,o publicitário do BPP!
Re: Cavaco Silva não estava de férias para ir à
Metade???? ...
Quem votou em cavaco silva devia sentir vergonha
Se houvesse vergonha em Portugal ....
Re: Se houvesse vergonha em Portugal ....
Re: Quem votou em cavaco silva devia sentir vergon
Re: Quem votou em cavaco silva devia sentir vergon
Re: Metade???? ...
Re: Cavaco Silva não estava de férias para ir à
Re: Cavaco Silva não estava de férias para ir à
resistente não acerta uma!
Re: resistente não acerta uma!
Re: resistente não acerta uma!
Re: resistente não acerta uma!
Re: Cavaco Silva não estava de férias para ir à
Re: Cavaco Silva não estava de férias para ir à
Não gostou? Para mim mais importante do que os
Re: Não gostou? Para mim mais importante do que os
Re: Cavaco Silva não estava de férias para ir à
Resistretas...o homem aproveitou o lanche...
Que gentinha lixada!
Re: Cavaco Silva não estava de férias para ir à
Re: Cavaco Silva não estava de férias para ir à
Caro daniel...

Os políticos antes de o serem, são pessoas....

por isso, são detentoras de características humanas....

com argumentos retóricos de sacudir sempre a água do capote....

Olhe, Paulo Portas é um bom exemplo dado em relação ao preço da gasolina quando estava na oposição...

agora, com mais os aumentos de hoje, o que diz ele?

www.youtube.com/watch?v=_3gMaOF10YU

O Louça passou o prazo de validade e acaba por sair já com verdete....
Re: Caro daniel...
Re: Caro daniel...
Errata
Re: Caro daniel...
!
Diz o roto para o nu: porque não te vestes tu???
Rôto, o Louçã? E o Daniel? também nú?
Re: Rôto, o Louçã? E o Daniel? também nú?
Ah, pois é...
Quando é contra terceiros, tudo bem. o DO aplaudiu de pé muitas vezes. Quando é contra ele, já não acha piada... O Louçã é um dos maiores mentirosos que circulam na política portuguesa. Felizmente, até agora não teve acesso ao poder nem a nenhum tacho. Só lhe falta mesmo isso...
PS: verdade seja dita que nunca procurou poleiro...
Os AVULSOS da esquerdalhada estão ZANGADOS !
Re: Ah, pois é...
O DÓ de DO =)
DO mais não faz do que arreganhar as suas garras na sua senda pelo poder do BE.

Há muito que estas personagens combatem quase silenciosamente pelo poder Bloquista.

Haja paciência para tanta hipocrisia e demagogia.

PS: ainda se dizem todos amigos...
Discutir é bom
Pois eu não lamento a discussão. A discussão é bom. A discussão é saudável. Partidos em que não há discussão são partidos mortos. (ouviram seus comunas!)

lamento, isso sim, que não se perceba quais as ideias que estão em causa mas apenas as pessoas envolvidas. Discussões entre pessoas adiantam muito pouco a vida colectiva. Do que Portugal precisa é de discussões de ideias, do confronto de várias estratégias para atacar os problemas de todos nós. Claro que essas ideias ganham corpo em pessoas, em grupos de pessoas, em «correntes» dentro dos partidos, ou mesmo em «facções».. mas o importante seria discutir as diferenças entre cada uma destas pessoas ao nível das ideias.

É pena, lá isso é, que estas discussões tomem contornos pessoais e os ataques se tornem mais pessoais do que ideológicos. Os debates devem manter-se ideológicos, porque a ideologia é importante.
Re: Discutir é bom
Re: Discutir é bom...quando se sabe discutir
O caviar
Está caro, e não chega para todos porque não há divisão democrática.
Louçã vai ter com Sócrates,a Paris!São sócios!
Re: Louçã vai ter com Sócrates,a Paris!São sócios!
Re: Louçã vai ter com Sócrates,a Paris!São sócios!
Re: Louçã vai ter com Sócrates,a Paris!São sócios!
Re: Louçã vai ter com Sócrates,a Paris!São sócios!
Ai se eu te pego!
Quem tivesse dúvidas obre a qualidade das "farinhas" com que se produz este tipo de lideres do BE, face aos seus congéneres, do PS, PSD e CDS, poderá ficar desiludido.
Eu nunca ficarei desapontado, porque adoro-os, especialmente com um bom Moet & Chandon e um tosta empastada de caviar!
Pobre Daniel Oliveira,saia do Bloco,de vez!
E diga no Expresso e no programa da "má lingua" da SIC que se enganou!
Se o fizer ainda se reabilitará!
Re: Pobre Daniel Oliveira,saia do Bloco,de vez!
Re: Pobre Daniel Oliveira,saia do Bloco,de vez!
Re: Pobre Daniel Oliveira,saia do Bloco,de vez!
Re: Pobre Daniel Oliveira,saia do Bloco,de vez!
Re: Pobre Daniel Oliveira,saia do Bloco,de vez!
Re: Pobre Daniel Oliveira,saia do Bloco,de vez!
Re: Pobre Daniel Oliveira,saia do Bloco,de vez!
A demanda das cadeiras.
A demanda das cadeiras.
em qualquer partido é sempre uma saraivada de peixeiras, prontas a andar á bofetada, e a denunciarem-se uns aos outros, quando antes era a conivência.
Esgrimem cuspidelas, arrotam os maus fígados, arranjam querelas, para no fundo ocuparem, ou tentarem ocupar o lugar do outro.
Até no Bloco.
Onde antes eram as saudações revolucionárias, agora são os pontapés democráticos.
Todos têm culpa por chegarmos aonde estamos.
Não têm uma visão para o país, para o mundo.
Se chegassem a ser governo, andavam á machadada, na procura de um ministério.
Acabam sempre por favorecer a direita, com as suas políticas e visões de uma utopia sem limites.
E combatem-se ferozmente, para um lugar num partido que há muito perdeu a nossa confiança.
Re: A demanda das cadeiras.
Re: ou dança das cadeiras...à cadeirada?
Re: ou dança das cadeiras...à cadeirada?
(repetição após censura) O algodão não engana…
No “salazarista” (termo metafórico, pelo tempo de permanência à frente de tudo o que se mete) do BE, após teste do algodão, segundo DO, encontraram-se resquícios de sujidade

E DO critica a peixeirada, respondendo com forte peixeirada, que é contra as peixeiradas. A razão deve-se à existência de quem não respeite a linha dinástica. Demonstrativo de enorme inconsciência, pois basta pensar no que aconteceria na Coreia do Norte, se a coisa fossem com eleições

Também há quem considere homofóbica a decisão de Louçã, pela não escolha de um par do mesmo sexo.

Agora sim, o BE está a transformar-se num verdadeiro partido português. É de recordar Durão Barroso, cujas orientações a Leonor Beleza no momento de bazar, foram: chamem o professor Marcelo. Ao contrário de Sócrates que recomendou não se chamar o Tozé, ou de Cunhal que depois dele, achou que não havia quem chamar. O Portas quando sair, leva o PP com ele… nem que seja em fotocópias

PS. O cirurgião Gentil Martin - especialista na separação de siameses - já se pôs à disposição do

Senhores censores do Expresso, peço-vos encarecidamente que me elucidem, da razão deste (cópia do colocado anteriormente) comentário ter sido cansurado

Será os alto espírito democrático da rapaziada do Bloco, no seu "melhor"?
Gralhas & falhas
Re: Gralhas & falhas
Re: Gralhas & falhas
Re: Gralhas & falhas
Re: Gralhas & falhas
Re: Gralhas & falhas
Re: Gralhas & falhas
Se o pedantismo fosse espelho
Re: Se o pedantismo fosse espelho
presunção e água benta1
água benta2
Re: água benta2
Re: água benta2
Re: água benta2
Re: água benta2
Re: (repetição após censura) O algodão não engana
Re: (repetição após censura) O algodão não engana
Opiniões
Estes movimentos que se querem muito puros, muito decentes, onde toda a gente está por convicção de serviço público, em momentos de crise, dão o flanco e mostram as ambições, as traições,os ódios que por ali andam.

É agrupamento que nunca me agradou, com a sua sobranceria de pureza ideológica, a sua dedicação aos temas mais "in" dos sectores mais queques da sociedade, tipo meninos da linha, discutindo pobreza à mesa de restaurantes de luxo.

Mas entre o radicalismo verbal de predicador evangélico de Louça e um esquerdismo mais "classe operária" de Oliveira, sempre prefiro este último. Publicou mesmo muitos textos, sobre variados assuntos, onde concitou acordo geral, tendo mostrado algumas vezes, que está atento à realidade e não sentado nas nuvens, a debitar os grandes princípios marxistas.
Parece-me que a redoma onde vive Louçã é mais estanque do que a de Oliveira. Esta última permite umas escapadelas à realidade do trabalho, da pobreza,das dificuldades e também da grandeza, da dignidade e do esforço dos mais pobres....
Sinais dos tempos
Anda tudo às aranhas , ninguem se entende na política portuguesa.

O PSD e o CDS são uns partidos embalagem , travestidos , não têm política própria , só variam na cosmética que usam , porque no principal seguem a cartilha da Merkel.

O PS de tão seguro ainda lá se morre de tédio , antes de serem precisos para alguma coisa.

Agora nem o BE escapa a um conflito de personalidades e de feitios maior que o próprio partido.

Para compôr o ramalhete , só falta mesmo ao PCP chatear-se com Marx.
Re: Sinais dos tempos
Déjá vu???????
Repete-se o caso Rui Tavares, ou estou a ver mal o filme actual, tendo DO como protagonista em vez daquele?
Francisco Louçã é uma voz cuja projecção transcende em muito as suas intervenções parlamentares, quase sempre vivas e acutilantes. Será possível ser verdade o que DO diz agora?
Sem querer tomar partido de imediato, estou um pouco confuso quanto à motivação e intenções dos protagonistas, mas uma coisa é certa: as causas da esquerda ficam provavelmente a perder com estas intrigas palacianas.
Re: Déjá vu???????
Comentários 144 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub