30 de Março de 2015
Página Inicial   >  Opinião  >  Daniel Bessa

Tempos pouco primaveris

 | 

Razões da mais diversa índole (económicas, profissionais, políticas, de cidadania) aconselham uma atenção extrema a toda a informação que vai sendo disseminada. Foco-me, hoje, no último 'Destaque - informação à comunicação social' emitido pelo INE, no dia 18 de março, no caso, uma 'Síntese Económica de Conjuntura'.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

N'aquelle ingano d'alma ledo e cego

 | 

Li pouca literatura, muito menos poesia. Devo à escola básica, e aos excelentes professores que aí tive, muita da que mais me marcou, e me acompanhou, durante toda a vida.  

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

Portugal e a "Poupança"

 | 

Gastar já uma "poupança" que conseguiremos realizar daqui a dois anos e meio. Somos incorrigíveis...

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

'Maldição' do petróleo

 | 

Angola concentra os riscos maiores ao cumprimento de todas as metas traçadas para a economia portuguesa em 2015.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

Draghi, amigo, o Syriza está contigo...

 | 

Há uma sede onde o problema tem de ser discutido, podendo começar a ser resolvido: o Conselho Europeu, onde se discute política orçamental.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

                                                                                         

Um padrão invariável

 | 

Tenho insistido na afirmação de que tendemos, em Portugal, a enredar-nos em agendas equivocadas. Gasto, o nosso tempo, a discutir o que não é relevante, temos toda a probabilidade de "atirar ao lado", errando o alvo das nossas discussões e, o que é pior, delapidando os nossos recursos. Acabo de me cruzar com mais uma evidência desta minha "velha questão", que se me apresenta cada vez mais "aguda".

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

Um pequeno "braço de ferro"

 | 

Temos assistido, nas últimas semanas, a um pequeno "braço de ferro" entre uma série de entidades (Banco de Portugal, Comissão Europeia, OCDE, Conselho de Finanças Públicas, Eurofin) e o Governo português. Encontram-se em causa as previsões de crescimento económico e de défice do Orçamento do Estado para 2015.

 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

As contas das nossas empresas

 | 

Os números que passo a comentar constam de uma base de dados que tem vindo a ser constituída, na Europa, sobre contas harmonizadas das empresas. Cobre, para já, apenas nove países (Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, França, Itália, Polónia, Portugal e República Checa), mas começa a revelar resultados muito interessantes, no que se refere às empresas portuguesas, em geral.

 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

A Grande Misericórdia

 | 

A expressão foi utilizada por José Manuel Félix Ribeiro. No Porto, na passada quarta-feira, em privado, perante algumas dezenas de pessoas qualificadas, postas a pensar sobre Portugal. Obtida a necessária autorização, cito-o, com a admiração de sempre.

 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

Crescer? Sem Investir?

 | 
Uma das questões mais relevantes a resolver por qualquer entidade pensante e atuante é a fixação de uma agenda: decidir sobre aquilo de que se ocupa, quando pensa, e age. Acontece o mesmo em Portugal. 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

Ver mais
Receba a nova Newsletter
Ver Exemplo

Pub