Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Twin Peaks poderá sobreviver ao seu criador? O Showtime tem pena, mas acha que sim

  • 333

O dinheiro não é tudo, ou talvez seja. David Lynch decidiu abandonar o projeto para uma terceira temporada de "Twin Peaks". E agora? 

David Lynch não é um utilizador assíduo do Twitter, mas é uma das personalidades capaz de abalar o mundo com menos de 140 caracteres. Se a 12 de janeiro dava conta do regresso de Kyle MacLachlan ao papel de Dale Cooper - o agente do FBI responsável pela investigação da morte de Laura Palmer -, agora decidiu deitar tudo abaixo com um conjunto de tweets avassaladores para a comunidade de fãs de "Twin Peaks".

Passava pouco da meia-noite (hora portuguesa) quando quatro mensagens invadiram a 'twittosfera'. O que até esta segunda-feira não passava de rumores (David Lynch já havia falado de "complicações" contratuais durante a inauguração de uma exposição e num programa da ABC News, na Austrália), acabaram por confirmar-se.

"Queridos amigos do Twitter, o Showtime não cancelou 'Twin Peaks'", lê-se no primeiro tweet. Logo de seguida, a narrativa lynchiana continua: "Depois de um ano e quatro meses de negociações, abandonei o projeto porque não estavam a oferecer dinheiro suficiente para fazer o guião da forma como eu sinto que deveria ser feito".

Ainda de acordo com o escrito na conta verificada - mecanismo utilizado pelo Twitter para garantir que é a celebridade a escrever em nome próprio, evitando fraudes - de David Lynch, o cocriador da série já começou a "contactar os atores para lhes dar a conhecer que não realizará" a série, mas que continua a adorá-la. Silêncio.

Se Mark Frost, o cocriador, se remeteu ao silêncio, os fãs e o próprio canal responsável pelo projeto continuam a alimentar o assunto. "Ficámos tristes por ler o comunicado emitido", confessa o Showtime, afirmando que continuavam "a trabalhar numa solução com David Lynch e os seus representantes nos pontos do acordo que ainda estavam em aberto". A esperança mantém-se e o grupo norte-americano pretende que "Twin Peaks" regresse "em toda a sua glória e com os seus dois extraordinários criadores David Lynch e Mark Frost" a coordenar o projeto.

São várias as fontes ligadas ao processo que afiançam que o argumento da terceira temporada - composto por 9 episódios a filmar a 35 mm -, escrito por Lynch e Frost, já está pronto, mas que caso o projeto prossiga sem os criadores, poderá faltar aquele toque de génio a que a dupla nos habituou. 

Passaram 20 anos desde a estreia 

"Twin Peaks" conquistou a crítica durante a primeira temporada, com a investigação da morte de Laura Palmer no centro dos acontecimentos. Faltam dois dias para que se comemorem 20 anos desde que o episódio-piloto foi exibido na ABC, seguindo-se outros 7, concluindo-se o primeiro capítulo da história. A segunda temporada contou com 22 episódios. Em 1992, surgiu um filme em género de spin-off. "Twin Peaks - Os Últimos Sete Dias de Laura Palmer" foi vaiado em Cannes e a história criada por Lynch e Frost esteve adormecida até outubro do ano passado, quando foi divulgada a intenção de criar uma terceira temporada, a estrear em 2016.

"Twin Peaks" é uma das 50 séries que toda a gente deve ver. O Expresso editou recentemente o livro "Mais de 350 Livros, Discos, Filmes Obras de Arte e Séries de TV", onde poderá encontrar sugestões dos seus críticos e jornalistas. No volume, disponível AQUI, poderá ainda encontrar as escolhas de cinco convidados: Adolfo Luxúria Canibal, Adriano Moreira, Inês Maria Meneses, José Mariano Gago e José Tolentino Mendonça.