Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Morreu o ator brasileiro Cláudio Marzo

  • 333

Nascido a 26 de setembro de 1949, Cláudio Marzo era filho de uma família de operários e descendente de italianos

DR

Cláudio Marzo fez parte do primeiro grupo de atores contratados pela TV Globo, que lançou em Portugal novelas como "Kananga do Japão" e "Pantanal". Tinha 74 anos.

O ator brasileiro Cláudio Marzo morreu este domingo, aos 74 anos, noticiou a edição online do jornal "Globo". Estava internado numa clínica do Rio Janeiro desde o início de março, devido a uma pneumonia. 

Nascido a 26 de setembro de 1949, Cláudio Marzo era filho de uma família de operários e descendente de italianos. Abandonou os estudos aos 17 anos para trabalhar como figurante na TV Paulista. Mais tarde, foi contratado pela TV Tupi, tendo atuado numa produção sobre Chopin. Aos 25 anos, quando ainda fazia parte do Teatro Oficina, foi convidado para trabalhar na TV Globo, integrando o primeiro grupo de atores contratados pelo canal, responsável pela transmissão, em Portugal, de novelas como "Kananga do Japão" (1989) e "Pantanal" (1990). 

"Sempre tive vontade de ser ator, achava uma coisa fantástica. Os atores emocionavam-me. Achava interessante transmitir emoções e consciência de mundo para as pessoas. Na época, eu acreditava, ingenuamente até, que o teatro pudesse modificar o mundo", disse o autor numa entrevista antiga, citada pelo jornal "Globo".  

Em 1969, atuou ao lado de Regina Duarte, em "Véu de Noiva", primeira telenovela contemporânea da Globo, tendo feito parte também do elenco de "Irmãos Coragem" (novamente ao lado de Regina Duarte), "Carinhoso" , "Brilhante",  "Quem Ama Não Mata", "Fera Ferida", "Irmãos Coragem", "Kananga do Japão" e "Pantanal", novela que marcou a sua carreira, e sobre a qual o ator costumava dizer que tinha sido um dos trabalhos mais bonitos que fizera em televisão. A sua carreira inclui também vários trabalhos em cinema. Contam-se 35 longas-metragens, entre as quais "O Homem Nu", cuja participação lhe valeu o prémio de melhor ator no Festival de Gramado, no Rio Grande do Sul 

Cláudio Marzo deixa três filhos de três casamentos anteriores. Atualmente. estava casado com Neia Marzo.