Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Morreu Günter Grass

  • 333

Günter Grass tinha 87 anos

Sebastian Willnow/Getty Images

O escritor alemão, prémio Nobel em 1999, tinha 87 anos e faleceu esta manhã na clínica onde estava internado.

O escritor alemão Günter Grass morreu esta segunda-feira, na cidade de Lübeck, aos 87 anos. Estava internado numa clínica, e a confirmação do seu desaparecimento foi dada pela editora Steidl.

Nascido a 16 de Outubro de 1927, oriundo de uma família humilde e católica - os pais geriam uma mercearia em Gdansk, Polónia (outrora Danzig) -, Grass cresceu sob essa influência religiosa, mas também marcado pela ascenção de Hitler na Alemanha, tendo feito parte da Juventude Hitleriana e das Waffen-SS. Foram experiências das quais falou, embora apenas várias décadas depois, o que causou grande escândalo.

Antes de dar nas vistas como escritor, Günter Grass interessou-se por arte, estudou escultura, design gráfico, fez parte de uma banda jazz e, sobretudo, viajou muito.

Em 1956 ficou-se em Paris, onde permaneceu alguns anos, vivendo modestamente com a primeira mulher. Aí começou a sua carreira literária, tendo "O tambor de lata" sido escrito em 1959.

Intelectual, romancista, dramaturgo, poeta e artista plástico, a sua obra contesta, desde o início, as ideias nazis que o atraíram na juventude e dela constam livros de referência como "O gato e o rato", "A passo de caranguejo", "O pregado" e "Descascando a cebola" (livro de carácter autobiográfico, onde aborda a sua passagem pelas SS).