Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Leya deixa de publicar livros de Saramago

A editorial Caminho e as herdeiras do escritor José Saramago rompem um vínculo com 35 anos.As herdeiras já estão em negociações com mais do que uma editora.

Anabela Natário e Manuela Goucha Soares

A editora Caminho, que pertence ao grupo Leya, e as herdeiras de José Saramago resolveram romper o contrato por discordarem quanto às condições contratuais para a publicação dos livros do Prémio Nobel.

"Fez-se tudo quanto se pôde para continuar a merecer a honra de editar José Saramago. Mas tal não foi infelizmente possível", refere o grupo Leya em comunicado.

O Expresso sabe que as herdeiras de José Saramago estão em negociações com mais do que uma editora.

O lançamento das obras de Saramago, escritor que morreu em 18 de junho de 2010, pela editorial Caminho começou hà 35 anos com a publicação de "A Noite" (1979).

No comunicado, o grupo "sublinha e agradece o trabalho exemplar que, na promoção do autor e na edição da sua obra, Zeferino Coelho realizou com a sua equipa ao longo destes anos e nomeadamente desde que a Caminho integrou a Leya".