Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Feira do Livro regressa a Braga

Certame inova e rompe com tradições dos últimos anos

Flávia Barbosa

<#comment comment="[if gte mso 9]> 800x600 <#comment comment="[if gte mso 9]> Normal 0 21 false false false PT X-NONE X-NONE <#comment comment="[if gte mso 9]> <#comment comment="[if gte mso 10]>

Com mais de uma centena de editoras representadas, a Feira do Livro em Braga abandona este ano o Parque de Exposições e instala-se na Avenida Central. A partir do próximo sábado, dia 28, e até dia 13 de julho, será possível visitar a maior iniciativa gratuita bracarense.

A antecipação do evento, nos outros anos organizado em período escolar, bem como a deslocação para o coração da cidade, não foram escolhas fortuitas. Ricardo Rio, Presidente da Câmara Municipal de Braga, considera que são ingredientes necessários para o sucesso desta edição.

"Um ano de rutura e inovação", avançou o autarca sobre a Feira. Esta edição pretende não só centrar as atenções no livro e na literatura, mas também dinamizar a cidade e respetiva vida cultural.

O facto de a Feira não ter lugar durante o período letivo não deverá impedir o êxito da iniciativa. Lídia Dias, vereadora da Cultura e Educação do Município, vê esta edição como uma oportunidade para ser "experienciada em família", e sublinha a importância do "convívio entre gerações".

Programas dirigidos às crianças, apresentação de livros, sessões de dança e dramatização são algumas das atividades completamente gratuitas que a Feira tem para oferecer.

À semelhança do sucedido em outras edições, a atribuição do "Grande Prémio de Literatura DST" faz parte do programa da Feira. A cerimónia destinada a premiar Armando Carvalho, vencedor, terá lugar no Theatro Circo, pelas 21h30, no sábado.