Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

YouTube Music vem aí para concorrer com Spotify, Apple Music e Tidal

A ideia é organizar e personalizar o “catálogo tremendo de remixes, performances ao vivo, covers e vídeos que não se conseguem em mais lado nenhum”, diz o YouTube

O YouTube vai ter uma plataforma de música como Spotify, Apple Music e Tidal. O YouTube Music, que será lançado no dia 22 de maio, vai começar a dar música numa primeira fase em países como Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, México e Coreia do Sul, conta o “Guardian”.

A ideia, segundo Elias Roman, um gestor de produto do YouTube Music, é organizar e personalizar o “catálogo tremendo de remixes, performances ao vivo, covers e vídeos que não se conseguem em mais lado nenhum”. Esta plataforma será gratuita, mas, como nos outros casos, terá uma subscrição para aqueles que querem usufruir do estatuto YouTube Music Premium (€8,5 por mês). Embora esteja a ser eliminada, os subscritores da Google Play Music terão acesso à nova aplicação automaticamente.

O YouTube até já tinha tentado arrancar com uma plataforma de música paga, diz a Pitchfork. Em 2014 a empresa lançou o YouTube Music Key e a lógica já era a mesma de plataformas como Spotify, por exemplo: quem paga, não recebe anúncios.

Segundo esta publicação norte-americana, a Billboard tem dado mais e mais peso a plataformas de música pagas, como Apple Music e Spotify Premium, em detrimento das gratuitas, como YouTube e Spotify (versão grátis).

Num futuro próximo o leque de países abrangidos pela nova plataforma vai crescer para 14. Ainda não há informações se Portugal estará incluído nessa leva.