Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

A bola certeira de Jorge Leitão Ramos

O crítico do Expresso antecipou que Guillermo del Toro iria arrecadar as estatutetas de Melhor Filme e Melhor Realização pelo seu filme “A Forma da Água”

Kevork Djansezian / Getty Images

Como já vem sendo hábito todos os anos, o nosso crítico de cinema Jorge Leitão Ramos acertou em cheio na votação de Hollywood e não falhou um único dos Óscares principais

Todos os anos, invariavelmnente, são muitas as tentativas de prognósticos certeiros quanto aos vencedores dos Óscares de Hollywood, mas nem todos acertam.

Não é o caso de Jorge Leitão Ramos, um dos críticos de cinema do Expresso, que atento aos critérios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas tem conseguido vaticinar, com muita exatidão, quem leva para casa as estatuetas.

Este ano não foi exceção. Na edição impressa de sábado do Expresso, já Jorge Leitão Ramos prognosticava que os vencedores iriam ser os seguintes:

MELHOR FILME: “A Forma da Água”
MELHOR REALIZAÇÃO: Guillermo del Toro, “A Forma da Água”
MELHOR ATRIZ: Frances McDormand, “Três Cartazes à Beira 
da Estrada”
MELHOR ATOR: Gary Oldman, “A Hora Mais Negra”
MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA: Allison Janney, “Eu, Tonya”
MELHOR ATOR SECUNDÁRIO: Sam Rockwell, “Três Cartazes à Beira 
da Estrada”
MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL: Jordan Peele, “Foge”
MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO: James Ivory, “Chama-me Pelo Teu Nome”
MELHOR FILME 
EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: “Uma Mulher Fantástica”, de Sebastián Lelio (Chile)
MELHOR LONGA-METRAGEM 
DE ANIMAÇÃO: “Coco”