Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Morreu Jorge Wagensberg, o físico que no Porto fez da casa de Sophia a Galeria da Biodiversidade

Jorge Wagensberg foi o criador do conceito museológico da Galeria da Biodiversidade no Porto, na casa que foi da escritora Sophia de Mello Breyner Andresen. E estava a coordenar o projeto do futuro Museu Hermitage de Barcelona

O físico e museólogo catalão Jorge Wagensberg, que esteve envolvido no projeto da Galeria da Biodiversidade, no Porto, morreu este sábado aos 69 anos na sua casa em Barcelona.
Jorge Wagensberg, que coordenava o projeto do futuro Museu Hermitage de Barcelona, foi o criador do conceito museológico da Galeria da Biodiversidade do Porto, que é uma espécie de viagem pela arte e a ciência, com incursões pela literatura, a convite do biólogo Nuno Ferrand e em conjunto com o 'designer' Luís Mendonça.
A Galeria da Biodiversidade, situada na Casa Andresen, no Jardim Botânico do Porto - que pertenceu à escritora Sophia de Mello Breyner Andresen - faz parte da rede de centros Ciência Viva e contém módulos expositivos sobre a diversidade biológica e cultural. A exposição criada no Porto por Jorge Wagensberg
Formado em física e comprometido com a divulgação científica, Jorge Wagensberg foi diretor do Museu da Ciência de Barcelona.

. É uma viagem pela ciência e pela arte, mas com interferências da literatura, não tivesse esta casa pertencido à família de Sophia de Mello Breyner Andresen e Ruben A