Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Joana vai estar 14 horas ao piano

Fernando Carqueja

No domingo, Joana Gama vai sentar-se ao piano na Zona de Congressos do edifício sede da Fundação Gulbenkian, em Lisboa, para tocar as “Vexations”, de Erik Satie

Às 10h da manhã de domingo, dia 14, Joana Gama vai sentar-se ao piano na Zona de Congressos do edifício sede da Fundação Gulbenkian, em Lisboa, para tocar as “Vexations”, de Erik Satie.

Ou seja, vai-se lançar no monumental desafio de interpretar sem interrupções uma partitura de uma página (32 compassos) que o compositor francês decidiu que deve ser repetida 840 vezes. Vai estar 14 horas sem parar de tocar, numa experiência física radical que lhe exige uma grande preparação física e emocional.

Em 2016 concretizou-a pela primeira vez, no festival Jardins Efémeros, numa performance de 15 horas, sem ir à casa de banho e comendo e bebendo muito pouco. “A preparação consiste em desacelerar o meu metabolismo para que o corpo precise de menos água e alimentos, e conseguir chegar ao concerto com um certo adormecimento”, conta-nos.

Em Viseu nenhum espectador a acompanhou as 15 horas, mas houve quem aparecesse só no fim: “Queriam ver como é que eu me levantava.”

Leia mais na edição deste sábado da revista E.