Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Western no feminino

Merritt Wever (Mary Agnes) e Michelle Dockery (Alice Fletcher) em “Sem Deus”

FOTO Ursula Coyote/Netflix

Scott Frank assina “Sem Deus”, a sua primeira minissérie para a Netflix. Composta por sete episódios e passada no final do século XIX é a história de uma cidade habitada apenas por mulheres

A tragédia abateu-se sobre a cidade de La Belle, no Novo México. Um fatídico acidente ceifou a vida de quem trabalhava nas minas e quem sobreviveu teve de saber reerguer-se. Neste caso, há que lamentar a morte de todos os homens da vila mineira e dar graças pela sobrevivência das mulheres. Num local em que Deus parece ter fechado os olhos, foram elas a assumir todas as responsabilidades. Deram a volta à sociedade machista do Velho Oeste oitocentista e aprenderam a defender-se.

Tudo mudou numa fração de segundo e agora é a vez delas, feitas exceção num tempo em que são os homens a mandar. Só as mulheres de La Belle sabiam o que se havia passado e viviam em segredo até à chegada de um grupo de malfeitores. Frank Griffin (Jeff Daniels) e o seu gangue andavam em busca de Roy Goode (Jack O’Connell), que desertou sem deixar rasto, e acabaram por perceber que ele encontrou abrigo junto de Alice Fletcher (Michelle Dockery) — depois de um início de relação conturbado.

Roy era como um filho para Frank Griffin e a traição do filho adotivo não parece ter perdão para este homem que pode não ser tão mau como parece (ou que é capaz de parecer menos ameaçador e psicopata do que é). “Ele tem problemas mentais sérios e transporta com ele esta coisa horrível que lhe aconteceu em criança”, avança Jeff Daniels, sem pormenorizar o que realmente aconteceu no passado de Griffin. Ao longo dos episódios, e para dar informação adicional sobre o passado das personagens, Scott Frank recorre a diversos flashbacks — onde será possível ver Roy Goode em vários momentos da sua vida, desde a orfandade até à entrada na idade adulta.

A série, passada no final do século XIX, obrigou a produção a procurar localizações que remetessem para esse tempo, mas não foi fácil encontrar locais que se mantivessem fiéis à realidade do Novo México na década de 1880. Foi necessário construir cenários exteriores do zero, com o aluguer de ranchos reais a apresentar-se como a hipótese mais viável para os produtores de “Sem Deus”.

O San Cristobal Ranch foi o escolhido para a construção de La Belle e a propriedade a sul da região de Lamy ganhou novos edifícios, tornando-se o maior cenário de exteriores western jamais erigido no Estado norte-americano. Em causa estão 28 edifícios, postos de pé em 12 semanas e meia por uma equipa de 130 profissionais. Apesar das dimensões de La Belle, “Sem Deus” foi rodado noutras localizações do Novo México, com o rancho do estilista e realizador Tom Ford (localizado em Galisteu) a transformar-se na cidade ficcional de Creed.

MUDANÇA DE ESTRATÉGIA

A ideia original de Scott Frank não passava pela construção de uma série e o argumentista e realizador tinha tudo preparado para que “Sem Deus” (“Godless”, no original) fosse um filme. Acabou por nunca acontecer e o roteiro escrito há 15 anos foi totalmente rescrito, depois de Steven Soderbergh convencer Frank e o produtor executivo Casey Silver a apostar antes no meio televisivo. O argumento, criado para se tornar uma longa-metragem de três horas, ganhou novos elementos e rapidamente cresceu. Havia de crescer ao ponto de a minissérie ter a duração de sete horas.

Segundo os responsáveis, a mudança de estratégia levou a que tudo o que estava relacionado com a trama sofresse alterações, com as personagens a ganharem uma profundidade maior e o elenco a crescer ao mesmo ritmo que a história. A Jeff Daniels juntaram-se no elenco nomes como o de Michelle Dockery e de Jack O’Connell nos papéis principais, assim como Merritt Wever, Thomas Brodie-Sangster, Jeremy Bobb, Scoot McNairy, Sam Waterston, Kim Coates e Christiane Seidel. Composto por sete episódios de aproximadamente uma hora, o primeiro projeto televisivo de Scott Frank criado para a Netflix já está disponível na plataforma de streaming.