Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Viciados na Vice? O Odisseia é a nova casa das séries documentais Viceland

A atriz Ellen Page é responsável por “Gaycation”, série nomeada para dois Emmys

O canal de documentários Odisseia terá mudanças na programação na próxima semana, com a entrada de conteúdos originais da Viceland. As alterações acontecem após a assinatura de um acordo entre a AMC Networks International Iberia e a Vice Media

É já a partir da próxima segunda-feira que as primeiras alterações na programação do canal de documentários serão sentidas, com o Odisseia a receber a primeira série documental da Viceland na grelha. Na primeira semana, o canal vai contar com cinco estreias, sempre em prime-time às 22h30 e fazendo jus ao objetivo da Vice, de abranger um grande número de áreas nas suas séries documentais. Cultura, crime, música, viagens, desporto, gastronomia ou tecnologia são alguns dos temas das produções originais do canal, que passarão a contar com transmissão em Portugal.

No dia 13, e para inaugurar a nova aposta do canal, o Odisseia escolheu estrear “F*ck That’s Delicious” — protagonizada pelo rapper Action Bronson em digressão pelos Estados Unidos e pela Europa, enquanto prova alguma da melhor gastronomia local —, mas há apostas mais sérias em cima da mesa. No seguimento do acordo estabelecido entre a AMC Networks International Iberia, considerada a maior produtora de canais temáticos no mercado ibérico, e a Vice Media (produtora líder na criação de conteúdos para jovens), estrearão também em Portugal produtos documentais centrados na comunidade LGBT ou no consumo de drogas recreativas.

A série documental “Gaycation” — uma “viagem pessoal ao encontro das culturas LGBT do mundo inteiro” apresentada pela atriz Ellen Page — tem estreia marcada para terça-feira e já foi nomeada para dois Emmys, ao passo que “Weediquette” promete ser uma das séries mais polémicas do canal. Ao longo de oito episódios de uma hora, exibidos sempre às quartas-feiras, os telespectadores portugueses poderão assistir a “uma viagem inebriante de investigação e descoberta” sobre “a atual era de transformação para a cultura da canábis”.

Para o final da semana estão reservados “Black Market”, de Michael K. Williams e sobre “as economias paralelas da América e de outras partes do mundo”, com estreia marcada para quinta-feira (16), e ainda “VICE World of Sports”. Às sextas-feiras será a vez de a série centrada no mundo do desporto entrar na grelha. Fica a promessa de analisar, “ao longo de nove episódios de trinta minutos, um conjunto de lugares e gentes através da única lente que os liga a todos: o desporto”.

Disponível em casa de 4 milhões de pessoas, segundo dados do canal, o Odisseia aposta agora no crescimento “numa tipologia de conteúdos complementares”, com uma “nova perspectiva do género documental”. Eduardo Zulueta, Presidente da AMC Networks International Iberia e Latin America, não é o único a acreditar nesta nova vida do canal e as suas declarações vão ao encontro das expectativas do Presidente da VICELAND International. Em declarações enviadas ao Expresso, James Rosenstock diz estar “muito contentes em avançar para esta parceria com a AMC Networks International Iberia”. Para o executivo, trata-se do “começo daquela que será uma parceria que se alargará ainda mais, à medida que trazemos para a Península Ibérica a programação premiada VICELAND, em todos os ecrãs”.