Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

A história de “O Corcunda de Notre Dame” vai dar uma série

Depois da adaptação da Disney, acima, o romance dará origem a uma nova produção televisiva em imagem real

A personagem, criada por Victor Hugo em 1831, é o ponto de partida para uma série com produção executiva dos atores de “A Guerra dos Tronos” Charles Dance e Peter Dinklage. O projeto de “Quasimodo” foi apresentado em Cannes

O romance oitocentista de Victor Hugo, publicado em livro no início de 1831, vai dar origem a uma série de televisão em imagem real. Intitulada “Quasimodo”, será centrada na personagem principal da história e a ação vai desenrolar-se na Paris do século XV, um período tenso na capital francesa que está a ser visto à lupa para a construção do enredo da série.

Ashley Pharoah (criador da série norte-americana “Life On Mars”) é o responsável pelo argumento, numa produção que conta já com nomes fortes na produção executiva. Tracey Scoffield e David Tanner são dois dos produtores envolvidos no projeto, aos quais se junta Frank Doelger (produtor de “A Guerra dos Tronos”), assim como os atores Charles Dance e Peter Dinklage, ambos do elenco da série exibida pelo Syfy. A Rainmark Films foi a escolhida para produzir a nova série.

Depois da adaptação feita pela Disney em 1996, e com muitas alterações à narrativa original, “Quasimodo” promete uma abordagem mais fiel ao romance de Victor Hugo. No original, Frollo mata Esmeralda e Quasimodo decide velar o corpo junto à sepultura da amada, onde também ele morre à fome.

A nova série, apresentada esta semana em Cannes durante a feira MipCom, é uma das primeiras apostas da Atrium TV — um novo grupo criado para que empresas de comunicação de diferentes partes do mundo possam financiar e encomendar séries televisivas em conjunto.

A empresa, chefiada por Howard Stringer, antigo presidente e CEO da Sony Corporation, pretende contar com parceiros nos vários pontos do globo, de modo a facilitar a criação de melhores conteúdos através da compra antecipada dos direitos. Ainda não existe qualquer informação relativa à possível data de estreia ou qual o canal que a poderá transmitir em Portugal.