Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Tudo que já sabemos sobre “The Eddy”, a série musical do realizador de “La La Land”

O realizador norte-americano está a desenvolver a sua primeira produção televisiva

reuters

Damien Chazelle assinou contrato com a Netflix para a criação de uma série de oito episódios, com estreia agendada para 2019. Sem elenco revelado, “The Eddy” tem Paris como pano de fundo e conta com várias estrelas nos bastidores

Da Cidade dos Anjos para a Cidade Luz, Damien Chazelle promete agora fazer pela televisão o que fez pelo cinema e dar uma nova oportunidade às séries musicais. Depois de “La La Land: Melodia de Amor” (vencedor de seis Óscares) e de “Whiplash: Nos Limites” (três Óscares), o realizador norte-americano está a preparar “The Eddy”, uma série televisiva de oito episódios para o serviço de televisão over-the-top Netflix.

O projeto já está a ser desenvolvido há alguns meses e a ação de “The Eddy” gira em torno de um “um clube de jazz, do seu dono, da banda residente e da cidade caótica em que se insere”. Tudo acontece em Paris, com a capital francesa a apresentar-se na contemporaneidade.

UMA SÉRIE MULTICULTURAL

De acordo com as informações até agora recolhidas, um dos pontos-chave de “The Eddy” para se tornar uma produção verdadeiramente global é a língua em que é falada. Construída de raiz para o serviço de streaming Netflix — que conta com mais de 100 milhões de utilizadores em todo o mundo —, a série tem diálogos em francês, inglês e árabe.

O argumento da série está a ser escrito por Jack Thorne (argumentista e dramaturgo britânico que trabalhou com J.K.Rowling na peça “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada), que dará forma à ideia de Chazelle já aprovada pela Netflix. Quanto à extensa componente musical de “The Eddy”, estará a cargo de Glen Ballard (que já trabalhou com nomes como Alanis Morissette, Michael Jackson, Aerosmith, No Doubt e Katy Perry). O produtor musical, vencedor de seis prémios Grammy, vai compor as músicas da série.

Em comunicado, Chazelle mostrou-se entusiasmado com o projeto — “Há muito que sonhava em filmar em Paris, por isso estou duplamente feliz por formar esta equipa com o Jack Thorne, o Glen Ballard e o Alan Poul no desenvolvimento desta história e por a Netflix ser a casa deste projeto”, disse —, sem divulgar grandes pormenores sobre a produção. A data de estreia da nova aposta do gigante do entretenimento ainda não foi anunciada, mantendo-se também em segredo o elenco de “The Eddy”.

Além deste seu primeiro projeto televisivo, Chazelle está a trabalhar na realização de “First Man”, a aguardada biografia do astronauta Neil Armstrong em que Ryan Gosling – protagonista de “La La Land” — ocupa o papel principal. A longa-metragem, ainda em pré-produção, deverá chegar aos cinemas a 12 de outubro do próximo ano e conta com argumento de Josh Singer (vencedor do Óscar por “O Caso Spotlight”).