Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Dentro de um cérebro que só sabemos que temos porque temos um cérebro

Penetrar no labirinto que somos é a proposta desta semana

Imagem PLANETA TANGERINA

Depois de um celebrado “Lá Fora”, surge o convite a que nos conheçamos “Cá Dentro”. Viagem ao cérebro para miúdos e graúdos

Esta quinta-feira foi Dia da Criança, motivo tão bom como qualquer outro para a Estante se voltar para livros pensados para os mais novos. Também podia ser apenas por não o fazermos há muito. Ou por haver tanto por onde escolher. Os livros infantis e juvenis têm crescido em qualidade e quantidade nas prateleiras portuguesas e parte do mérito deve-se a editoras como a Planeta Tangerina, de onde vem a sugestão desta semana, a Kalandraka ou a Orfeu Negro, entre outras.

Há três anos, a chancela deu à estampa “Lá Fora: Guia para Descobrir a Natureza”, de Maria Ana Peixe Dias, Inês Teixeira do Rosário, com ilustrações de Bernardo P. Carvalho. A obra ensinava os miúdos, cada vez mais residentes em grandes cidades, a apreciar o que o planeta tem para oferecer: “nuvens e estrelas, árvores e flores, rochas e praias, aves, répteis ou mamíferos.” Os autores pediram ajuda a especialistas para este compêndio de saberes e desafios práticos.

Foi todo um êxito. “Lá Fora” recebeu prémios e menções honrosas em Itália, China, Reino Unido ou Estados Unidos da América e foi elogiado, dentro de portas, por plumas como a de Miguel Esteves Cardoso. Agora, surge o inevitável contraponto: “Cá Dentro”.

O rigor científico não tem de ser uma maçada, nem explicar coisas a crianças passa por tratá-las como bebés

O rigor científico não tem de ser uma maçada, nem explicar coisas a crianças passa por tratá-las como bebés

Imagem PLANETA TANGERINA

Da lavra de Isabel Minhós Martins, Maria Manuel Pedrosa e ilustrado por Madalena Matoso, o livro tem o subtítulo “Guia para descobrir o cérebro” e convida crianças e jovens a olhar já não para o grande mundo diante dos seus olhos, mas para outro, o que está por trás deste e não é menos rico. De novo contando com o contributo de neurocientistas, filósofos e psicólogos, “Cá Dentro” conta a história da tal “massa esquisita e acinzentada, enrolada como uma noz e com uma textura próxima à de um cogumelo” e de tudo o que ela é capaz de fazer.

A ilustração, sempre

A contracapa lança o isco: “Na Antiguidade julgava-se que o órgão responsável pelos nossos pensamentos e emoções era o coração. Hoje já sabemos que tudo o que somos – pensamentos, emoções, decisões, ideias – acontece dentro do cérebro, em conversa contínua com o resto do corpo.” E cola-lhe em seguida o desafio: “Mas como nasce um pensamento? Como funciona o cérebro? Como é que o cérebro guarda o que aprende? Como se emociona, cria, inventa e faz de cada um de nós uma pessoa única e irrepetível?.” Não resistimos a acrescentar só mais uma pitada, vinda do arranque da obra: “Cá dentro tens um cérebro. Mas só sabes que tens porque tens um cérebro cá dentro.”

Emoções, sentimentos, memórias, saberes... o que se esconde nos “miolos”?

Emoções, sentimentos, memórias, saberes... o que se esconde nos “miolos”?

Imagem PLANETA TANGERINA

Dá que pensar, não dá? É importante que a classificação redutora inerente a rótulos como “livro infantil” ou “juvenil” não afaste dos livros – de todos, e deste em particular – os leitores adultos. Em mais de 300 páginas, “Cá Dentro” tenta desentranhar o emaranhado que nos define. Ora, esse dilema não desaparece quando se atinge a idade adulta e quem lida com crianças (pai de três acusa-se!) poderá testemunhar quão urgente se nos torna, por vezes, perceber o que lhes vai na mente.

Quem acompanha o trabalho da Planeta Tangerina sabe o papel que a ilustração tem nas suas edições. “Cá Dentro”, como o seu irmão “Lá Fora”, não é exceção. Se o antecessor utilizava aguarela e caneta para guiar a descoberta e a contemplação da natureza, o livro agora publicado recorre a colagem, carvão e tratamento digital para que o leitor possa visualizar aquilo que as suas páginas ensinam. Útil para os mais novos, encantador para os mais velhos.

“Cá Dentro: Guia para descobrir o cérebro”, Isabel Minhós Martins e Maria Manuel Pedrosa (texto) e Madalena Matoso (ilustrações), Editora: Planeta Tangerina; Páginas: 368 páginas; Preço: €24,60 (editora)

“Cá Dentro: Guia para descobrir o cérebro”, Isabel Minhós Martins e Maria Manuel Pedrosa (texto) e Madalena Matoso (ilustrações), Editora: Planeta Tangerina; Páginas: 368 páginas; Preço: €24,60 (editora)

Já que é de livros que falamos, permita-se-nos um acrescento: no mesmo Dia da Criança que aqui se quis assinalar, abriu no Parque Eduardo VII a 87.ª Feira do Livro de Lisboa. Até dia 18 a ocasião é de ouro para procurar esta e outras sugestões, aproveitar oportunidades, assistir a lançamentos, conhecer autores, obter autógrafos ou simplesmente apreciar a vista para o rio e olhar os jacarandás. Para os leitores do Porto (que terá a sua Feira do Livro em setembro), a FNAC Santa Catarina expõe até 23 de junho ilustrações de “Lá Fora” e “Cá Dentro”.