Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Este humor é sério. It's true

CÓMICO. A tira cómica existe desde 1990 e tem um apurado espírito político, que tem vindo a ser desafiado com a subida ao poder de Donald Trump

Ruben Bolling / Universal Uclick 2016

As tiras cómicas de “Tom The Dancing Bug” ganharam um prémio pelo seu apurado sentido crítico. É tempo de revisitar a obra do cartoonista Ruben Bolling: não há livros recentes (há sempre a internet), mas é mais atual do que nunca

Como é Carnaval e ninguém leva a mal, a Estante de Livros desta semana continua na senda da banda desenhada (já que na semana passada, o colega Pedro Cordeiro sugeriu uma bem disposta novela gráfica de Jeffrey Brown sobre o quotidiano dos jovens na Idade da Pedra) e apresenta uma sugestão de um livro que já foi publicado em... 2004. Mas apresenta-o como um isco para o leitor ir em busca das tiras cómicas mais atuais de “Tom The Dancing Bug”, na Internet. O seu criador, Ruben Bolling, cartoonista e comentador político, iniciou em 1990 este cartoon semanal, que não tem narrativa contínua. As personagens multiplicam-se mas, apesar de tudo, há uma ou outra recorrentes. E nenhuma delas é Tom, o inseto dançarino: o título destas tiras tem inspiração dadaísta e pode ser tudo e coisa nenhuma.

O que interessa é que, com quase 30 anos de vida, “Tom The Dancing Bug”, publicado ao longo das décadas em vários jornais e que, todos os dias, pode ser visto no site BoingBoing.net, acaba de ser distinguido com o prémio Herblock Prize Award, na categoria de cartoon editorial. Porquê agora? Porque ao longo de 2016, marcado pelas eleições norte-americanas, por vários acontecimentos 'nonsense' e pela inesperada (?) vitória de Donald Trump, a acutilância política dos desenhos de Ruben Bolling fez-se sentir. Senão, vejamos:

“Ruben Bolling criou o seu estilo único de cartoon político, que está cheio de alusões astutas e desfechos imprevisíveis”, escreveu Mark Wuerker, cartoonista político vencedor de um Pulitzer, citado pelo The Washington Post. “'Tom The Dancing Bug' levou o cartoon para um novo território com um imaginário ágil e alegorias provocativas”, acrescentou.

O vencedor, que irá receber o prémio em março, já veio agradecer a distinção. E afirmou: “Estou muito honrado, mas também triste por o prémio me ser atribuído pelo facto de satirizar, ridicularizar, parodiar e lamuriar-me contra Trump, durante a sua escalada até ao poder.”

“Thrilling Tom The Dancing Bug Stories”, de Ruben Bolling, Andrews McMeel Publishing, 224 páginas, a partir de €2,80 (usado, na Amazon)

“Thrilling Tom The Dancing Bug Stories”, de Ruben Bolling, Andrews McMeel Publishing, 224 páginas, a partir de €2,80 (usado, na Amazon)

O humor é político. Contudo, numa altura em que T-U-D-O é, de facto, político, convém dar uma gargalhada. Para tal, nada como visitar a obra deste cartoonista. “Tom The Dancing Cat” tem três livros publicados e, qualquer deles, passível de ser comprado pela internet, em segunda mão: “Tom The Dancing Cat” (1992), “All I Ever Needed to Know I Learned From My Golf-Playing Cats” (1997) e “Thrilling Tom The Dancing Bug Stories” (2004). Mas nada como uma visita à página BoingBoing.ne para rir (ou chorar) com as últimas novidades da Casa Branca.