Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Fanny Ardant em Portugal para apresentar "O Divã de Estaline"

TIZIANA FABI

A atriz e realizadora francesa está em Lisboa para dar a conhecer o seu último filme, protagonizado por Gérard Depardieu e totalmente rodado em Portugal

A antestreia de "O Divã de Estaline" acontece esta noite, às 21h30, no cinema Medeia Monumental, e contará com a presença da realizadora francesa Fanny Ardant, que se estreou do outro lado da câmara em 2009, com "Cinzas e Sangue", tendo Paulo Branco como produtor, tal como o filme que agora a traz a Portugal.

Completamente rodado na Serra do Buçaco, "O Divã de Etaline" é uma metáfora sobre o poder e sobre o medo, sobre a solidão e sobre a falta de liberdade, ou a dificuldade em lutar por ela. O filme tem Gérard Depardieu no papel de um Estaline em fim de vida e atormentado pelos fantasmas do passado. Um homem que se dá conta da decadência que é não ser amado nem pelas pessoas que mais ama.

A terceira longa-metragem de Fanny Ardant, que tem estreia marcada para a próxima quinta-feirta, 26 de janeiro, joga ainda com a tomada de consciência sobre um passado que se quer esquecer mas que vem sempre ao de cima, com a obsessão do estadista pelo livro de Sigmund Freud "A Interpretação dos Sonhos".

Sobre a coragem também, "O Divã de Estaline" apresenta uma imagem de salvação e de triunfo mesmo que isso signifique a morte.

Durante a próxima semana, o Expresso publicará, em exclusivo, uma entrevista a Gérad Depardieu e uma longa conversa com Fanny Ardant.