Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

A noite de “Toni Erdmann” em que “Ela” não ganhou e houve “Fogo no Mar”

"Fogo no Mar" ganhou o Prémio de Melhor Documentário

A grande gala do cinema europeu aconteceu este sábado, na cidade polaca de Wroclaw. Os 'Óscares' do Velho Continente, que deram a vitória a um filme alemão e a um documentário italiano, já estão disponível em streaming

Os European Film Awards foram entregues na noite deste sábado em Wroclaw, na Polónia, e o filme “Toni Erdmann” foi o grande vencedor da noite dedicada ao cinema europeu. A academia do Velho Continente atribuiu os cinco prémios mais importantes à longa-metragem alemã. A comédia, com argumento e direção de Maren Ade, conta a história de um pai que não perde a esperança de recuperar o amor da sua filha, uma executiva agressiva que não encontra seu lugar na vida.

“Toni Erdmann” foi considerado o Melhor Filme, com a sua criadora a receber ainda os galardões de Melhor Argumento e Melhor Realizador. Os protagonistas, o austríaco Peter Simonischek e a alemã Sandra Hüller, venceram respetivamente os prémios de Melhor Ator e Melhor Atriz (que destronou a francesa Isabelle Huppert, considerada favorita com a sua interpretação em “Ela”).

“Fogo no Mar”, escrito e realizado pelo cineasta italiano Gianfranco Rosi, ganhou o prémio de Melhor Documentário. O relato da crise de refugiados na ilha de Lampedusa — que já havia vencido o Urso de Ouro na Berlinale, o Festival de Cinema de Berlim — convenceu e comoveu a Academia de Cinema Europeia.

No campo da animação, o prémio de Melhor Longa-Metragem foi entregue à co-produção franco-suíça “Ma Vie de Courguette”, de Claude Barras. O Prémio do Público para Melhor Filme foi entregue a “Body”, filme polaco de Malgorzata Szumowska.

A gala completa está disponível em streaming AQUI.