Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

DiCaprio e ex-assessor de Putin contra o genocídio dos elefantes

MARIO ANZUONI / Reuters

Na corrida aos Óscares do próximo ano, dois documentários chamam a atenção para um tema comum: o da caça ilegal aos elefantes, pelo seu apetecível marfim. De um dos lados está Leonardo diCaprio, conhecido ator de Hollywood e ambientalista convicto, do outro um ex-assessor de Vladimir Putin, que durante anos foi porta-voz do Kremlin

Quais as probabilidades de, num ano, dois documentários candidatos ao Óscar da categoria versarem sobre o mesmo tema – o da caça ilegal aos elefantes? Pois é... Mas a 26 de fevereiro de 2017, dois filmes disputarão o mesmo galardão e partilharão a mesma luta. O primeiro, "The Ivory Game", é "made in Hollywood": produzido por Leonardo DiCaprio, é realizado por Richard Ladkani e Kief Davidson. O segundo surge de um contexto improvável: o Kremlin - ou melhor, um ex-assessor do todo poderoso presidente russo, Vladimir Putin.

O documentário produzido por Di Caprio, "The Ivory Game", um sério candidato ao Óscar de Melhor Documentário

O documentário produzido por Di Caprio, "The Ivory Game", um sério candidato ao Óscar de Melhor Documentário

Este ex-diplomata de 63 anos, Sergey Yastrzhembsky de seu nome, dedicou a maior parte da sua carreira a ser porta-voz do falecido presidente Boris Yeltsin e de Putin, para quem trabalhou como enviado especial a Bruxelas. Agora, passou os últimos três anos a realizar o documentário "Ivory – A Crime Story" (Marfim - Uma história de Crime). Nele, Yastrzhembsky nomeia e denuncia os maiores compradores de marfim do mundo: a China, o Vaticano e (pasme-se!) monges budistas da Taliândia. Ele explica como, nos últimos 30 anos, a população de elefantes africanos caiu de 1,5 milhão para 500.000 – ou seja, foi dizimada a um terço. Pelo contrário, o preço do marfim catapultou-se de 6 dólares/kg, há 35 anos, para 3000 dólares /kg.

Sergey Yastrzhembsky, ex-assessor do Kremlin durante décadas, é o realizador de "Ivory - A Crime Story", o segundo filme sobre a temática da caça ilegal dos elefantes que entrará na corrida aos Óscares

Sergey Yastrzhembsky, ex-assessor do Kremlin durante décadas, é o realizador de "Ivory - A Crime Story", o segundo filme sobre a temática da caça ilegal dos elefantes que entrará na corrida aos Óscares

© Jacky Naegelen / Reuters

Se nada for feito, é expectável que a população de elefantes africanos possa desaparecer por completo. O desejo de Yastrzhembsky ao rodar este filme (que lhe custou 1 milhão de dólares) é que "o mundo preste atenção a esta triste situação dos elefantes em África", disse à Reuters. O documentário - que ganhou vários prémios nos festivais de cinema de Montréal, Roma e Nova Iorque - inclui cenas chocantes como a de um elefante a ser morto e a gemer, ao ser esquartejado pelos caçadores. Yastrzhembsky mostrou uma versão curta do filme ao Papa Francisco, antes do seu discurso público em Nairobi, em que este falou contra a caça ilegal naquele país, o Quénia.

Quer vença um ou outro filme, uma coisa parece ganha à partida: o de dar mais visibilidade a esta temática que tem tanto de hipócrita como de imoral. Que ganhem os elefantes.