Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Diretora do Museu do Azulejo nomeada para Museu da Presidência da República

  • 333

Maria Antónia Pinto de Matos assume um cargo anteriormente ocupado por Diogo Gaspar, que foi suspenso de funções no verão passado por suspeita de crimes de tráfico de influência, falsificação de documento, peculato, peculato de uso, participação económica em negócio e abuso de poder

Maria Antónia Pinto de Matos, atual diretora do Museu Nacional do Azulejo, foi nomeada diretora do Museu da Presidência da República, substituindo Diogo Gaspar, afastado de funções por suspeita de vários crimes.

A nomeação foi publicada esta quinta-feira no "Diário da República", com Maria Antónia Pinto de Matos a assumir um cargo anteriormente ocupado por Diogo Gaspar e cuja comissão de serviço terminava a 30 de setembro.

Diogo Gaspar foi suspenso de funções no verão passado, por suspeita de crimes de tráfico de influência, falsificação de documento, peculato, peculato de uso, participação económica em negócio e abuso de poder.

Interinamente, a direção do Museu da Presidência da República era assumida por Jorge Inácio Gonçalves.

De acordo com a Procuradoria-Geral da República, o inquérito da Operação Cavaleiro, que envolve Diogo Gaspar, investiga "suspeitas de favorecimento de interesses de particulares e de empresas com vista à obtenção de vantagens económicas indevidas e suspeitas de solicitação de benefícios como contrapartida da promessa de exercício de influência junto de decisores públicos".

Maria Antónia Pinto de Matos, 63 anos, licenciada em História, era diretora do Museu Nacional do Azulejo desde 2008 e está nomeada agora por um período de três anos. Entre cargos anteriores assumidos, foi diretora da Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves e do antigo Instituto Português de Museus.