Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Rock in Rio vai recomprar participação da SFX

  • 333

rita carmo/ blitz

A família Medina está prestes a voltar a deter a totalidade da propriedade da Better World, empresa dona do Rock in Rio

Miguel Cadete

Miguel Cadete

Diretor-Adjunto

Roberta Medina, vice-presidente da Better World, confirmou ao Expresso que Roberto Medina vai tentar recomprar a empresa proprietária do Rock in Rio.

Entre 40% e 50% da Better World foi vendido à empresa SFX Entertainment, do empresário de espetáculos norte-americano Robert Sillerman, em novembro de 2013. Porém, a empresa de Sillerman, conhecida por ser proprietária de inúmeros festivais de música de dança como o TomorrowLand ou TomorrowWorld, entrou no início de 2016 num processo de insolvência devido aos resultados negativos acumulados.

Esta insolvência foi posterior à entrada do Rock in Rio nos Estados Unidos da América, onde uma primeira edição teve lugar em Las Vegas, em 2015. A Cláusula 11, inerente este processo de insolvência impede a SFX de qualquer decisão de gestão.

Na primeira edição do Rock in Rio Las Vegas, a Better World já tinha apresentado como seus parceiros outras empresas do universo dos espetáculos como a Cirque du Soleil e a MGM.

A SFX de Robert Sillerman tinha vindo substituir Eike Batista, o multimilionário brasileiro, que também foi sócio da Better World.

Para 2017 está já anunciada mais uma edição do Rock in Rio na Cidade do Rock do Rio de Janeiro, de 15/9 a 17/9 e de 21/9 a 24/9. Os Maroon 5 e os Red Hot Chili Peppers foram já anunciados.