Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Atriz de “Caça-fantasmas” diz adeus ao Twitter após vaga de ataques

  • 333

GETTY

Leslie Jones anunciou que abandonava a rede social “em lágrimas e com o coração destroçado” após ter sido alvo de comentários humilhantes e racistas

O descontentamento de fãs do primeiro filme “Caça-fantasmas”, pela criação de um remake em que todas as personagens principais passam a ser assumidas por mulheres, parece ter dado lugar a uma vaga de ataques humilhantes e de teor racista contra a atriz Leslie Jones, que acabou por anunciar segunda-feira à noite que abandonava a rede social, acusando os responsáveis da mesma de não terem tomado medidas suficientes para conter uma situação que transportou para “um inferno”.

Os comentários começaram a surgir ao longo das últimas semanas, mas acentuaram-se na última por ocasião da estreia do filme nos cinemas. Alguns tweets comparam-na a um gorila, outros chamam-lhe “criança ignorante”, “louca” e doente”.

“Eu sinto-me no inferno. Eu não fiz nada para merecer isto. É demasiado. Isto não devia ser assim. Estou tão magoada neste momento”, escreveu num desabafo, acabando na segunda-feira por deixar a sua última mensagem na rede social, dizendo: “Eu abandono o Twitter esta noite em lágrimas e com o coração destroçado. Tudo isto por causa de um file. Vocês podem odiar o filme, as o (abuso) que recebi hoje... errado”.

Após o trailer do novo “Caça-fantasmas” ter sido colocado no YouTube mais 900 mil pessoas, assinalaram o vídeo com a opção de “desagrado”.

A atriz e comediante de 48 anos surge no filme como uma funcionária do metropolitano de Nova Iorque que se envolve no combate aos fantasmas.

Uma porta-voz do Twitter afirmou que “tomaram medidas relativamente a muitas contas denunciadas por Leslie e outros”, acrescentando contudo que estão muito dependentes dos próprios utilizadores para a denúncia de publicações de mensagens ofensivas.