Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Braga será a capital da música eletrónica e da arte digital. O Semibreve apresenta-se

  • 333

Oliver Coates é uma das novas confirmações do festival Semibreve

Gaelle Beri

Tyondai Braxton, Kaitlyn Aurelia Smith, Oliver Coates e Nídia Minaj juntam-se aos já anunciados Andy Stott, Paul Jebanasam & Tarik Barri e Ron Morelli. A edição deste ano do festival Semibreve acontece entre os dias 28 e 30 de outubro em Braga

O Theatro Circo, o GNRation e a Casa Rolão são os palcos do Semibreve 2016, um festival de música eletrónica e arte digital que vai povoar Braga entre os dias 28 e 30 de outubro. Já são conhecidos alguns dos habitantes da edição deste ano e aos já anunciados Andy Stott, Paul Jebanasam & Tarik Barri e Ron Morelli juntam-se quatro novos nomes que vale a pena conhecer. Três deles são estreias nacionais.

Tyondai Braxton, antigo lider do grupo de rock experimental Battles, Kaitlyn Aurelia Smith — que colaborou com Panda Bear e Animal Collective e que já editou “Ears” — e Oliver Coates (um prodigioso violoncelista e compositor britânico) vêm pela primeira vez a Portugal e a eles junta-se na programação outro nome forte. Nídia Minaj, que lança o LP “Danger” ainda este ano, também marcará presença no festival bracarense.

Além dos concertos, o Semibreve vai também promover a entrega do EDIGMA Semibreve Award, um prémio que visa estimular a criação artística digital. Na edição deste ano, será dada especial atenção a projetos artísticos que recorram, segundo a organização, “à interatividade, ao som e à imagem”, contando com supervisão do engage lab da Universidade do Minho. As candidaturas ao EDIGMA Semibreve Award devem ser feitas através do site do festival até 24 de julho.