Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Três dias para celebrar a primavera e o 25 de Abril

  • 333

O Jardim Botânico da Ajuda convida os lisboetas a apreciar coleções inéditas de flores e a participar de atividades educativas e artísticas. A inciativa começa este sábado

Vanessa Queiroga

Imagine poder presenciar cerca de mil orquídeas da coleção do Rei D. Luís. Este sábado e domingo, 23 e 24 de abril, é possível no Jardim Botânico da Ajuda. Em sua 13ª edição, a Festa da Primavera abre as portas do mais antigo jardim botânico português e permite a visita da estufa onde o casal Ranta está recrear o acervo do monarca. Além de exemplares deste tipo de flor, unem-se ao conjunto existente exposições de bromeliáceas, de plantas carnívoras e de suculentas.

A iniciativa oferece ainda workshops temáticos, que abordam o uso de plantas aromáticas e medicinais, ou que ensinam como cuidar de um jardim; a tradicional feira de plantas, de produtos naturais e de jardinagem por diversos expositores; as visitas guiadas para escolas e famílias; palestras, e apresentações de performances cénicas e musicais.

Aliado ao evento, realiza-se na segunda-feira, feriado nacional, o 25 de Abril – Dia de Cultura em Liberdade. Para celebrar a data histórica, o Jardim Botânico da Ajuda organiza um programa repleto de expressões artísticas. O espetáculo equestre com a charanga a cavalo da Guarda Nacional Republicana; o workshop infantil de pintura com Catarina Tavares; a peça "O Imperador da China", de Georges Ribemont-Dessaignes e encenado pelo Teatro Académico da Universidade de Lisboa; e o concerto Piano a 4 mãos com Nuno Félix e Cristina Aleixo são algumas das opções deste 25 de Abril.

Mediante o pagamento de dois euros na entrada, o público pode participar de todas as atividades do programa, que decorrem das 10h às 18h. Confira aqui.

Exposição de plantas carnívoras

Exposição de plantas carnívoras