Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Realizador de “Star Wars” fez outro filme em segredo

  • 333

Enquanto as atenções se concentravam na reativação do franchise criado em 1977 por George Lucas e que em dezembro chegou como previsto às salas de cinema com o título “Star Wars: O Despertar da Força”, o realizador J. J. Abrams acompanhou em simultâneo, e sem que ninguém desse pelo seu envolvimento no projeto, a conclusão de um filme que o próprio apresentou como sendo um “parente de sangue” de “Cloverfield”, fita com ingredientes de ação e terror estreada em 2008 e que, feita apenas de imagens supostamente encontradas numa câmara abandonada, relata a história de um ataque a Nova Iorque por um monstro.

Com o título “10 Cloverfield Lane” e tendo data de estreia mundial marcada para 10 de março (chega a Portugal a 17), o filme, que tal como o “Cloverfield” original conta com J. J. Abrams entre os produtores, apresenta-nos uma jovem que, depois de sobreviver a um acidente, recupera os sentidos numa cave (onde decorre a maior parte da ação) na companhia de um homem que lhe diz que houve um ataque químico que deixou a superfície da Terra inabitável. Sem saber se assim é ou não, a jovem tentará a todo o custo escapar.

Com um orçamento mínimo e as presenças de John Goodman e Mary Elisabeth Winstead no elenco, “10 Cloverfield Lane” representa a estreia na realização de Dan Trachtenberg, que até aqui trabalhara sobretudo em podcasts para a internet, sendo um dos três autores do “Totally Rad Show”.

A ideia de criar uma sequela para “Cloverfield” era já falada há algum tempo, mas constituiu uma surpresa para todos o facto de um projeto que começou discretamente a ser produzido sob o título de trabalho “The Cellar” acabar por se revelar uma segunda incursão de J. J. Abrams como produtor nesse mesmo universo. A revelação foi feita quando, depois de um trailer estreado a 15 de janeiro, um comunicado de J. J. Abrams o associou ao filme.

Além de ter assinado o mais recente episódio da saga “Star Wars”, J. J. Abrams conta no seu currículo com a criação da série “Lost”.