Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Quando o jornalismo ainda faz a diferença

  • 333

Está a chegar o filme sobre a grande investigação jornalística do “Boston Globe” que causou uma avalanche de revelações sobre a pedofilia na Igreja Católica nos EUA. Nesta semana que antecede o ano novo, escrevemos sobre cinco filmes que vão agitar o 2016 que há de vir

“O Caso Spotlight”

Realização: Tom McCarthy
Com: Mark Ruffalo, Michael Keaton, Rachel McAdams, Liev Scherber, John Slattery, Stanley Tucci
2h08m

Baseado numa história verídica, “O Caso Spotlight” é um filme que mostra como a investigação jornalística pode fazer a diferença, no caso na exposição pública de abuso sexuais sobre menores praticados por membros da Igreja Católica nos Estados Unidos.

Ao longo de décadas, cerca de 70 padres abusaram de mais de um milhar de crianças com a conivência do cardeal Bernard Law na ocultação dos seus crimes.

Spotlight é o nome da equipa do “Boston Globe” que levou a cabo a investigação em 2002, que seria contemplada no ano seguinte com o Prémio Pulitzer.

O filme praticamente não mostra os abusos, mas antes o impacto que este teve nas suas vítimas, que acabaram por testemunhar sobre eles no âmbito da investigação jornalística, que expôs um caso que só se manteve oculto durante tanto tempo devido a uma linha de cumplicidades que se estendia por inúmeras instituições de Boston, da Igreja até aos membros do Governo e a magistrados.

O filme vai estrear a 28 de janeiro.

  • Sabes qual é o teu problema? Para não sofreres, preferes iludir-te

    As relações humanas, as desigualdades sociais, os jogos de poder e a irascibilidade: um grande filme turco, vindo das Montanhas da Anatólia. Nesta semana de Natal escrevemos sobre cinco filmes que fizeram 2015 prosperar - e depois haverá tempo, mas somente na próxima semana, para prosar sobre cinco filmes que vão agitar com o 2016 que há de vir

  • Uma pequena e simples lição de psicologia

    Há alegria, medo, raiva, repulsa e tristeza: “Divertida-Mente”, um filme para relembrar, explicar e sugerir. Nesta semana de Natal escrevemos sobre cinco filmes que fizeram 2015 prosperar - e depois haverá tempo, mas somente na próxima semana, para prosar sobre cinco filmes que vão agitar com o 2016 que há de vir

  • Três mulheres deste país perderam o juízo

    O trailer começa com um bandido irrelevante a perguntar a uma mulher prudente se ela é um anjo. Basta aquele momento para querer ver o filme inteiro. Nesta semana de Natal escrevemos sobre cinco filmes que fizeram 2015 prosperar - e depois haverá tempo, mas somente na próxima semana, para prosar sobre cinco filmes que vão agitar com o 2016 que há de vir

  • Que Deus nos ajude

    Hollywood pegou num dos seus meninos bonitos, tornou-o careca e fez dele um vilão de dentes esquisitos, olhos turvos e coração gelado. Nesta semana de Natal escrevemos sobre cinco filmes que fizeram 2015 prosperar - e depois haverá tempo, mas somente na próxima semana, para prosar sobre cinco filmes que vão agitar com o 2016 que há de vir

  • Quando a paranoia aterrorizou o mundo

    Spielberg já fez muita coisa, faltava-lhe pôr Tom Hanks a defender um espião russo. Nesta semana de Natal escrevemos sobre cinco filmes que fizeram 2015 prosperar - e depois haverá tempo, mas somente na próxima semana, para prosar sobre cinco filmes que vão agitar com o 2016 que há de vir