Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Ministra da Cultura recorda “personalidade interveniente na cena cultural”

  • 333

Teresa Morais manifestou pesar pela morte do cineasta, considerando que José Fonseca e Costa “será sempre reconhecido como o realizador de um conjunto de filmes icónicos e de geração”

A Ministra da Cultura, Igualdade e Cidadania, Teresa Morais, expressou este domingo pesar pela morte do realizador José Fonseca e Costa, que recordou como "personalidade interveniente na cena cultural portuguesa".

"Crítico cinematográfico, tradutor, realizador de documentários vários, José Fonseca e Costa será sempre reconhecido como o realizador de um conjunto de filmes icónicos e de geração que marcaram a produção cinematográfica nacional", lê-se na nota de Teresa Morais.

Entre os vários filmes de José Fonseca e Costa, a ministra recordou "Kilas, o Mau da Fita - um dos seus maiores êxitos - Sem Sombra de Pecado, Balada da Praia dos Cães, Cinco Dias, Cinco Noites e, mais recentemente, Os Mistérios de Lisboa".

"José Fonseca e Costa destacou-se ainda como personalidade interveniente na cena cultural portuguesa, quer pelas posições assumidas, quer como dirigente do Centro Português de Cinema e da Associação de Realizadores de Cinema e Audiovisuais", prossegue a nota.

O realizador morreu este domingo de manhã no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, de uma pneumonia, na sequência de uma pré-leucemia.