Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Festivais em 2016: prendas no sapatinho

  • 333

RADIOHEAD. Muito provavelmente, num festival perto de Lisboa

Não procure um governo para Portugal. É mais fácil encontrar os cabeças de cartaz dos grandes concertos que irão acontecer em Portugal no próximo ano do que descobrir a coligação certa que dê estabilidade ao país.

Miguel Cadete

Miguel Cadete

Diretor-Adjunto

Vale a pena começar por dizer que o planeamento dos espectáculos, entre os quais se encontram os festivais, para o ano que vem está bastante mais adiantado. Ainda assim, muitos surpresas poderão ainda acontecer. Seja como for, vale a pena começar pelo que é certo. Mesmo sem deixar de se produzirem palpites, desejos, ou meros pedidos de prendas de Natal.

U2. Digressão em recintos fechados em 2016, com passagem por Lisboa em julho

U2. Digressão em recintos fechados em 2016, com passagem por Lisboa em julho

Os U2 regressam a Portugal no próximo mês de julho. Os bilhetes, noticiou esta semana a BLITZ, estarão à venda ainda antes do final do ano, mas ainda há dúvidas que subsistem. E não só quanto ao custo de cada ingresso. Onde decorrerão os espectáculos é a mais fácil? Eu diria que acontecerão na Meo Arena, até porque esta será uma digressão por recintos fechados. Mesmo assim, a hipótese de um estádio ou mesmo o cartaz de um festival não está completamente colocada de parte. Ora, a acontecer num recinto fechado, será muito estranho que os U2 cheguem a Lisboa apenas para uma data, devido à reduzida lotação mesmo quando se trata dos maiores pavilhões. Dois, três ou mais concertos em Lisboa podem por isso estar na calha.

MUSE. Mais datas na Meo Arena?

MUSE. Mais datas na Meo Arena?

Quem já reservou passagens para Lisboa foram os Muse. Os concertos na Meo Arena da “Drones World Tour”, nos dias 2 e 3 de maio, há muito foram anunciados e os bilhetes já estão à venda. Mas será que a corrida às bilheteiras não poderá abrir espaço para uma terceira data?

GUNS N'ROSES A digressão mais falada de 2016

GUNS N'ROSES A digressão mais falada de 2016

Muito falado, esta semana, na imprensa tanto portuguesa quanto estrangeira é o regresso dos Guns N'Roses e da sua formação original. Axl Rose e Slash terão feito aos pazes e a digressão mundial que poderão levar por diante é o rumor mais discutido nos meandros da indústria da música ao vivo. A digressão seria capaz de produzir receitas superiores a 77 milhões de euros e não é de admirar que Portugal, como é costume, marcasse o início da tournée dos autores de “Appetite for Destruction”. Maio seria, nesse caso, o mês em que valeria a pena esperar pelos reis do hair-metal.

ED SHEERAN O campeão do Spotify está de volta?

ED SHEERAN O campeão do Spotify está de volta?

Christopher Polk

A toda esta agitação não será alheia a realização de mais uma edição do Rock in Rio Lisboa. E nesse caso, o cartaz é quase sempre de fácil adivinhação. Por uma razão muito simples: são contratados os maiores artistas do mundo. Pelo menos os que se encontram disponíveis para atuar em festivais. Até os Rolling Stones, em 2014, passaram essa linha vermelha. E daí em diante, já se sabe, tudo é possível. Por essas e por outras razões, não seria absurdo contar com o regresso de Ed Sheeran. O cantor mais ouvido no Spotify, em Portugal e no mundo tem o perfil mais que certo para regressar ao Parque da Bela Vista, onde esteve, o ano passado, ainda que sem a dimensão gigantesca que hoje possui.

E se falamos em grandes nomes da música pop não será possível esquecer Taylor Swift. A pop star que tem força para fazer a Apple voltar atrás com a palavra, como sucedeu com a oferta de modelo grátis na sua app de streaming, tem também tudo o que se espera para uma tarde passada em família no Rock in Rio. Mães, pais, filhos e filhas não desdenharão cantar em uníssono “Shake It Off”.

METALLICA Portugal como segunda casa

METALLICA Portugal como segunda casa

A este respeito, nunca se poderá esquecer o famigerado e já muito enraizado “Dia do Metal”, um clássico no Parque da Bela Vista. E quem são os campeões de visitas a Portugal? Aqueles que não negam, nunca, um regresso? Ora bem, os Metallica não frustrariam ninguém caso voltassem a figurar no cartaz. Desta vez na companhia de uns Slipknot ou Deftones. Até porque já há zunzuns de uma digressão conjunta pela Europa fora.

Rock in Rio à parte, o maior festival em Portugal é o NOS Alive. Nem de propósito, ainda ontem caiu nas notícias do dia a possibilidade de os Radiohead voltarem à estrada em 2016. Poucos fãs esquecerão, pelas melhores razões ou pelas outras, a sua prestação em 2012 em Algés. Quatro anos é muito tempo e o retorno às margens do Tejo já tarda.

PEARL JAM Desta vez pode vir a malta toda

PEARL JAM Desta vez pode vir a malta toda

E para o Super Bock Super Rock, agora no renovado modelo da Parque Expo, com concertos na Meo Arena? Quem poderá esquecer a prestação de Eddie Vedder a solo ainda no Meco? Quando ele cantou “Imagine” em público pela primeira vez? Será que desta traz consigo a restante companhia para agraciar os inúmeros fãs portugueses dos Pearl Jam com um concerto na maior sala de espectáculos em Portugal?

Pedir ao Pai Natal não custa. E não é crível que a crise de governabilidade que afeta o país esteja resolvida antes do final do ano. Mas entre propostas já enviadas, negociações em curso, e contratos quase fechados não tenhamos dúvida que estes serão alguns dos nomes protagonistas dos maiores festivais e concertos de 2016. Em Portugal, e seguindo a tradição dos últimos nomes, os primeiros nomes começaram a ser revelados nas próximas semanas. Ou seja, eles vêm aí!