Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Hollywood filma em Lisboa

  • 333

O parque e Palácio de Monserrate 
foi o segundo ‘palco’ de filmagens 
em Portugal. O primeiro foi o Museu 
de História Natural, em Lisboa

Alberto Frias

O filme chama-se “The Promise” (à letra, “A Promessa”), é uma grande produção americana e esteve em rodagem em Lisboa e Sintra até à semana passada, movimentando centenas de técnicos, atores e figurantes. O ‘biombo’ que deixa de fora estranhos às filmagens é habitual, para manter o projeto escondido da imprensa e da concorrência. O que não é habitual é ser em Portugal. Mas pode passar a ser. “Temos boas condições e equipas profissionais aptas”, diz Leonel Vieira, a quem a produção confiou os trabalhos no nosso país. “Há uma oportunidade de negócio, com benefícios também turísticos, para ganharmos projeção internacional”.

Realizado por Terry George (o mesmo de “Hotel Ruanda”), “The Promise” é um filme de época, que tem como ator principal Christian Bale (“Golpada Americana”, “Psicopata Americano”, “Batman, O Cavaleiro das Trevas”), sendo o elenco integrado ainda por atores como Oscar Isaac e Charlotte Le Bon. O filme tem rodagem em Portugal, Espanha e Malta. No nosso país, as filmagens decorreram durante uma semana até 11 de setembro, depois de três semanas de preparação, de onde seguiram para Toledo, onde a rodagem decorre agora.

Christian Bale é o ator principal

Christian Bale é o ator principal

Vera Anderson

Por cá, as filmagem tiveram lugar no Museu de História Natural, em Lisboa, e no Parque e Palácio de Monserrate, em Sintra. A equipa de mais de 350 técnicos estrangeiros, a que se juntaram mais 60 técnicos portugueses, chegou com uma estrutura logística de mais de 30 camiões, incluindo 14 caravanas vindas de Inglaterra, tendo sido criados dois campos de base. Foram envolvidos cerca de 500 figurantes portugueses, que passaram por “um trabalho de figuração impressionante, operando como se fosse uma fábrica, com equipas de maquilhagem, cabeleireiros, de figurinos e com testes feitos com um rigor quase como se cada figurante fosse um ator principal”, conta Leonel Vieira. “É uma das maiores superproduções do ano em Hollywood”. Embora o enredo seja quase segredo, sabe-se pelo site de cinema IMDB que a história decorre durante os últimos dias do Império Otomano. Em termos de dimensão, o filme pode ser comparado por exemplo com “Blood Diamond”/“Diamante de Sangue”.

O projeto chegou a Portugal mas começou em Hollywood. A produtora americana Survival Pictures arrancou os trabalhos com a coprodutora espanhola Babieka Films, do Grupo Kanzaman, que por sua vez contratou em Portugal a Stopline Films, produtora de Leonel Vieira. Formalmente, Leonel Vieira é Producer Service.

Um negócio para Lisboa

“Esta produção terá deixado cerca de um milhão de euros em Portugal numa semana”, estima o produtor português, que sublinha a oportunidade de negócio e de promoção da cidade. A Lisboa Film Commission, iniciativa da Câmara Municipal para promover a Capital enquanto destino de filmagens e sessões fotográficas, tem vindo a captar mais clientes. “Existe um grande negócio que podemos explorar se agirmos concertadamente”, diz Leonel Vieira. “Num só ano, Lisboa teve mais de 500 produções oriundas do estrangeiro”, relata o produtor.

“Foi o equivalente a 1600 dias de filmagens, que geraram quase meio milhão de euros só em licenças camarárias”. A maior parte destas produções foi de publicidade, mas “só em produções cinematográficas foram gastos seis milhões de euros em produções em Lisboa”, garante Leonel Vieira. “Este negócio existe porque os clientes querem. Se trabalharmos em conjunto conseguiremos também atrair mais superproduções, como esta do ‘The Promise’. Isso passa por criar algumas estruturas que não temos, ao contrário de países como Espanha, que assim são mais competitivos. Por exemplo, o famoso projeto da Cidade do Cinema... não existe”.

Leonel Vieira foi contratado como Producer Service em Portugal do filme “The Promise”, que também será rodado em Espanha e Malta

Leonel Vieira foi contratado como Producer Service em Portugal do filme “The Promise”, que também será rodado em Espanha e Malta

Foto D.R

Stopline em crescimento

Por estes dias, Leonel Vieira tem sido notícia sobretudo como realizador, dado o sucesso de bilheteira que tem sido a sua versão de “O Pátio das Cantigas”. Mas é na Stopline Films que o cineasta assume a sua vertente de produtor. Depois de vários anos de crise no mercado, “hoje somos a única produtora portuguesa a atuar em quatro frentes em simultâneo: cinema, séries de televisão, publicidade e agora também production services”, diz o responsável. O objetivo de Leonel Vieira é de que “a Stopline se transforme numa produtora de bandeira nacional que seja relevante no mercado internacional, em ligação com a indústria americana, brasileira e asiática”.